Solo Leveling RPG
RegistrarEntrar
Fórum RPG Solo Leveling
Bem-vindos ao fórum
Você sempre sonhou em se tornar um caçador no mundo de Solo Leveling?

Então seja bem-vindo à Solo Leveling RPG, o fórum que lhe permite criar sua própria história e viver grandes aventuras!
InícioInício  
  • BuscarBuscar  
  • Registrar-seRegistrar-se  
  • Conectar-seConectar-se  


    Estatísticas
    Rádio
    SOLO LEVELING
    Todos os créditos reservados ©
    Prólogo
    - Fala meus coloridos! Peter aqui trazendo mais um vlog pra vocês! Eeeee desta vez vamos encher uma banheira com CDs do grupo mais popular do país, CTS, aqui mesmo no meio da rua! Que? Como assim luz azul? Do que diabos cê tá falando Tony? Tony, o outro irmão Filho que filmava mais um dos daily vlogs para o seu canal, Irmãos Filho, alertava Peter sobre uma estranha luz azul que brilhava atrás dele.
    Primeiro Arco: Novos caçadores surgem!

    Equipe do Fórum

    Art by Mizzu
    & codage by Roevs | Reme

    Aqui estão eles...

    Estamos no ano de 2000

    MESES

    GUILDAS

    CAÇADORES

    RANK

    Geral

    Membros ativos :

    Membros conectados desde as 24h :

    Homens : -

    Mulheres : -

    Guildas

    Guilda 1 : 0

    Guilda 2 : 0

    Guilda 3 : 0

    Guilda 4 : 0

    Guilda 5 : 0

    Guilda 6 : 0

    Rank

    Rank E : 0

    Rank D : 0

    Rank S : 0

    Arcos

    Primeiro Arco

    Segundo Arco

    Terceiro Arco

    Rádio Notícias

    • Título : Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.
    • Título : Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.
    • Título : Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

    Contexto & Enciclopédia

    Guia do Mochileiro das Dungeons

    Dungeons são onde ocorrem as histórias com monstros, feitos épicos, a jornada do herói. A descrição em si sempre varia dependendo da própria Dungeon, é como se não houvesse apenas um possível cenário, e isto é porque não há.

    Anúncios | Eventos

    Anúncios de mudanças sobre o fórum e demais coisas são divulgadas nessa área, além dos eventos que criarmos para diversão dos players de todo o fórum. Fique atento a todos eles, para não perder a oportunidade de conseguir prêmios incríveis.



    Últimos assuntos
    » Go-Jang Haneul
    [ Ficha ] Rem E. Zero EmptyHoje à(s) 01:27 por Skyblazer

    » Dados de Despertar
    [ Ficha ] Rem E. Zero EmptyOntem à(s) 19:23 por ADM.Roevs

    » Criação de Habilidades Ativas
    [ Ficha ] Rem E. Zero EmptyOntem à(s) 18:33 por Revescream

    » Troca de Narrador ~ Blindão.
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/17/2020, 23:52 por ADM.Blindão

    » [TND] Deep
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/16/2020, 16:55 por Deep

    » Criação de Aventuras
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/16/2020, 13:13 por ADM.Roevs

    » Invasão de aventura
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/15/2020, 18:19 por Vrowk

    » [FICHA] Edgar Mikaelson
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/15/2020, 09:02 por ADM.Roevs

    » Edgar Mikaelson
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/15/2020, 09:00 por ADM.Roevs

    » [Ficha]Deep
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/15/2020, 08:48 por ADM.Roevs

    » Deep Ironheart
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/15/2020, 08:46 por ADM.Roevs

    » [TND] Kekzy
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/12/2020, 23:28 por Kekzy

    » [Ficha] Jacky Loster
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/11/2020, 17:32 por Mizzu

    » Jacky Loster
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/11/2020, 17:31 por Mizzu

    » TND - Sky
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/11/2020, 17:14 por Kekzy

    » [Troca] Fakzin - Rim Pegou
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/11/2020, 15:09 por Kekzy

    » |FP| AZIR (Em construção)
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/11/2020, 12:45 por Visastre

    » Euntae Lee
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/11/2020, 12:35 por Visastre

    » Mazino
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/9/2020, 17:18 por Van

    » [TND] - Tidus
    [ Ficha ] Rem E. Zero Empty2/8/2020, 01:34 por Kekzy


    Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

    [ Ficha ] Rem E. Zero

    Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

    1[ Ficha ] Rem E. Zero Empty [ Ficha ] Rem E. Zero em 12/18/2019, 00:18

    Oda
    Nome: Rem E. Zero
    Rank: B
    Classe: Assassino - Reaper
    Sub-Classe: Agressor
    Gênero: Feminino
    Idade: 29
    Altura: 1,70 M
    Peso: 63 Kg
    Tipo Sanguíneo: A+
    Localização: Seul
    Origem: Dinamarca

    Imagem do Personagem:
    [ Ficha ] Rem E. Zero Darling-1_395x700
    Imagem Secundaria:
    [ Ficha ] Rem E. Zero Yande.re%20437954%20sample%20darling_in_the_franxx%20fpanda%20uniform%20zero_two_%28darling_in_the_franxx%29

    Aparência:
    Vinda das terras nórdicas, ostenta, tal como os outros familiares refugiados, uma pele bastante clara e de olhos com coloração cyan-esverdeado. Cílios grossos e o rosto fino típico daqueles entre os seus, por alguma razão nasceu com os caninos maiores do que o comum.

    Seu cabelo é longo, chegando a medir até a altura da lombar, com uma coloração rosa pastel sem um brilho propriamente dito, cor bastante matizada ao branco.

    Corpo de porte médio e com bastante curvas, não deixa salientar bastante esse ponto, visto que em grande maioria das vezes utiliza roupas e uniformes militares de cor magenta, ou social; acompanhada de uma tiara branca com chifres vermelhos.
    Personalidade:
    Rem é uma garota muito transparente e simples, não a qual pode ser definida com palavras de sinônimos complicados, posta a frente dos outros sem muito a esconder, quase sempre com um sorriso positivo no rosto, tenta encontrar na vida uma maneira mais alegre de se viver, mesmo que suas ações não sigam, em média, a boa e tênue conduta moral dos preceitos dos homens, se diverte fazendo o que quer e onde quer. Não é do tipo que se arrepende ou expressa com teor introspectivo, na verdade gosta bem de demonstrar seus sentimentos.

    Sua conduta e moral pendem para o mais singelo teor de caos, tentando consternar as pessoas ao seu redor, não por motivos banais ou quaisquer uns que sejam estes, faz por puro e singelo prazer de semear a discórdia, não ligando muito para as consequências, mas demonstrando ser muito emotiva quando percebe ferir alguém não intencionalmente. Gosta de ajudar as pessoas por inclinação do próprio gosto de demonstrar sua força, não ligando muito para considerações, apresentações ou sequer recompensas pelo feitio, já que a beleza em seus deveres está no ato, consumá-lo.

    De diante a suas fraquezas, posta-se frágil, como uma menina de berço, não gosta de se sentir aflita ou com medo, muito menos triste, ainda mais por ser bastante chorona quando se trata disso. Apesar dos pesares, tenta parecer forte e corajosa quando a situação permite, mas é claro que só tende a fraquejar quando vê outro disposto a ajuda, uma vez que sozinha ela não poderia contar com a ajuda de ninguém que não de si.
    História:

    "Pra começar, você deve ter se perguntando que diabos seriam Cacauais, ou como alguém com inteligência tão baixa poderia levar a vida nesse mundo de monstros errantes sendo uma dependente de mana, deve também está pensando agora que com toda essa apresentação eu devesse começar a explicar esses pontos agora, mas na verdade não vou..."

    Era por volta de alguns anos depois da morte do chucrute de bigodinho quadrado, aproximadamente três, a história começara um pouco antes de estranho mau entendido, mas começamos pelo fatídico dia em que o pai de Rem deixou o campo de concentração vestido como um Soldado Nazista, fazia frio naquela tarde e os poucos meios de se aquecer era pegando um daqueles enormes casacos esverdeados para cobrir o corpo, eles vinham acompanhados com o peso de algumas merdas de medalhas, não o seu material, mas as vidas tiradas para poder ostentar uma daquelas no peito. Chamaremos este andarilho de "Aquele Homem", com toda certeza teria ele um nome mais cordial, mas ao longo dos seus 19 anos, Rem nunca esteve interessada em perguntar.

    Ele fugia de alguns soldados Russos que seguiam a retaguarda contornando a fronteira, não era judeu e muito menos alemão, Aquele Homem era apenas um aspirante a agricultor que passava pelo local, viu a vestimenta jogada no chão ao pé de uma gruta e resolveu se vestir com ela para afastar o frio. A guerrilha dos Ursos seguiram seu encalço por todo o caminho até cruzar de volta a fronteira da Dinamarca, mas por que um batalhão quase inteiro de homens seguiria um mero e único outro apenas por vestir um traje com suástica? Acontece que ele tinha pego um dos mantos com maior quantidade de medalhas que se era possível, talvez nem o próprio Hitler tivesse tantas, para ser tão condecorado assim, se não fosse o cachorrinho do próprio chucrute, talvez fosse o amante.

    O fato é que depois de três dias de caçada, encontraram aquele homem repousando em uma fazenda que cuidava de alpacas, o da família, mais curioso o fato de que ele vivia ali morando com a irmã e sua esposa, convenientemente elas eram a mesma pessoa. Estes dois tinham se conhecido na passada do inverno de dois anos antes, quando ainda menores de idade, descobriram ser irmãos separados no nascimento um ano depois do começo dessa união, isto é, após várias tentativas e insistência dos pais de ambos os lados para que isso não acontecesse, eles vieram de um ainda mais estranho e conturbado relacionamento Francês - à Trois.

    Depois de capturado e sentenciado a execução no paredão, Rim - mãe de Rem e a única aqui que a garota realmente conhece o nome, tentou por diversas vezes manter as provas e diálogo a par do comandante daquele batalhão, uma vez extraviado para a então formanda União Soviética, que já tinha lá seus bons anos de existência, foi palco de umas boas aventuras desse casal, onde a busca pelo perdão do próprio líder menchevique, Stalin, fora solicitada para poupar a vida daquele dinamarquês. A história da união daqueles, mesmo que estranha e aos olhos de muitos perversa, comoveu a uma grande massa, não devo fazê-la um messias, mas as pessoas se reuniam ao pé da praça para ouvir a história sobre como haviam se conhecido. É claro que por depender do escrito de um dos maiores ditadores do cenário mundial você deve estar pensando como fora a morte Daquele Homem, bem, ele não morreu, ao menos não de verdade.

    Em uma calma e clara tarde de início de verão uma velho senhor carregava uma carroça de madeira com corpos empilhados, era um matagal denso, com árvores secas e solo quase arisco, mas com uma pá na mão ele deixou a moleza da manhã de lado e começou a cavar uma grande fossa no meio do nada. Dentro da pilha de corpos empilhados um acabou se levantando, aquele que se recusara a se juntar aos mortos, em desespero e sujo por rodeado de morte, saltou para fora do compartimento derrubando os outros corpos com ele, assustando também o coveiro e seu cavalo que em disparo galgaram dali com uma pá suja de terra na mão e a garrafa de vodka na outra anunciando a vinda dos mortos e do fim dos tempos.

    Aquele Homem tinha sobrevivido por pouco, uma bala furou seu peito sem muitos danos, já outra acertou direto no coração, mas não o matando por pouco já que fora aparada por um cantil de prata colocado dentro do bolso do casaco nazista, talvez aquele infeliz não tenha tido tanta sorte assim já que recebera uma bala na cabeça. Depois de fugir daquilo mancando com alguns ferimentos no corpo, ele correu até uma vila próxima, onde os soldados novamente o pegaram.

    Mas um pouco antes, Rim havia conseguido, em sua jornada para a rendição do esposo, uma carta escrita pelo próprio herói nacional em perdão ao Dinamarquês confundido com um Nazista, é claro que fora emitida horas depois de seu tempo e ela só havia fechado nas mãos do tenente quando ele tinha ordenado a execução, o papel fora arquivado no fundo de uma gaveta com chave que nunca mais fora aberta, mas a essa altura todos os soldados já estavam comentando do homem que havia sido perdoado e morrido minutos antes da carta chegar ao quartel, também não foi muito tardia a noticia de que ele tinha ressurgido dos mortos para reivindicar o perdão que lhe fora dado.

    Um primo de um outro primo conhecia um cara que morava na Rússia, ele ajudou os dois a arranjar uma estadia por lá até as coisas se acertarem, passou-se alguns meses e então eles voltaram a boa e velha vida normal de cuidar das Alpacas do velho Manfreud, um senhorio local no auge dos seus setenta e poucos anos que queria se casar com Rim. É nesse meio tempo que algumas coisas estranhas acontecem, nas nenhuma que sejam de interesse e necessidade de se aprofundar aqui, em suma, o velho tinha falecido de infarte depois do coração acelerar a pressão sanguínea por ter visto uma jovem nua no banho, a pensão acabou ficando para os pais de Rem.

    O ano é 1990 quando decidiram ter uma filha, a decisão por impulso em tentar manter a relação ainda mais unida acabou forçando-os a sair do atual país em um bote velho com só algumas sementes e muito cacau. Não eram suíços e isso é um fato, mas novamente, eles conheciam um cara que conhecia outro cara que vendia essas coisas ai como o novo negócio nacional, fabricar chocolate não era bem uma sensação inovadora, mas o comércio crescia em grande escala. Iniciaram a plantação cacauais no novo lar na Coreia e, em tão poucos anos, a garota que havia nascido a noventa metros da costa dinamarquesa estava crescida em um grande casarão, antes um mirrado sobradinho, em Seul.

    Desde cedo foi instruída a como cuidar da plantação, já que algum dia tudo aquilo ali seria dela, os negócios iam bem e especialmente na páscoa era a época que ganhavam mais dinheiro, já que vendiam a matéria prima para os ovos de chocolate. Os planos familiares era de que algum dia aquilo ali também virasse um conjunto de hectares de arroz para vender aos japoneses, mas até então o sonho tinha de ficar para as próximas gerações.

    Rem como todas as outras burguesas estudou em colégios caros e frequentou sempre os melhores lugares da cidade, mas isso nem de longe era o bastante para saciar sua vontade de cometer pequenos delitos, não como uma cleptomaníaca ou algo assim, mas por apenas necessidade de se sentir um pouco mais livre, fazendo descaso da sua condição e nome para tal, já que sua vida além disso não era tão muito importante assim. Aos dezoito acabou sendo presa por assassinar um homem, Head Fitschgerald, um rapaz americano que estava na cidade para negócios, mas Rem podia jurar que o homem tinha algum envolvimento com a máfia japonesa que estava atrás dela depois de roubar um carregamento de mercadorias e jogá-las no mar. A Yakuza também tentou outras vezes acabar com a garota, mesmo dentro da cadeia, eles foram sem muito sucesso em suas mais de dez tentativas.

    No tempo que passou em cárcere, nunca pediu ajuda financeira para sair dali, estava decidida por fazê-la sozinha, mas o bom tempo lá ajudou-a criar um guia de sobrevivência, aprendendo boxe com outras delinquentes, bem como monstrologia já que essa era a única porcaria que dava pra ler lá dentro. Precisou aprender um pouco de camuflagem para escapar da polícia algumas vezes quando ainda estava pelas ruas, e se você se pergunta pela Mecânica, bem, temos que regredir, novamente, alguns anos na vida da garota.

    Rem tinha um estranho afeto por máquinas agrícolas, na verdade ela as adorava, mas nunca que conseguiriam fazer isso em cacauais, quer dizer, não se dá para colher cacau com aquilo, então ela estava decidida a montar seu próprio sistema automotivo de colheita, não precisando mais depender do trabalho escravo dos chineses que seu pai havia solicitado para o governo de Yang Shangkun. Não por muita solidariedade aos homens que trabalhavam o dia inteiro colhendo cacau, mas pelo seu amor a mecatrônica, criar robôs era a nova tendência entre os jovens, e bem, ela seguiu seu sonho cursando um período curto de faculdade, interrompido pela sua prisão sem muitas condições de liberdade condicional.

    Força: 451
    Inteligência: 10
    Agilidade: 31
    Sentidos: 31
    Vitalidade: 177

    Moradia: Casarão de Cacauais
    Perícias/Maestrias: Artes Marciais - Boxe; Monstrologia; Mecânica; Camuflagem; Agricultura

    Link Roll: https://www.sololevelingrpg.com/t77p675-dados-de-despertar
    Link da antiga ficha (Apenas se tiver resetado) https://www.sololevelingrpg.com/t190-rururaruri-rurararirararururirirari-rirararururararururararirari-oda


    _________________
    [ Ficha ] Rem E. Zero E9TW9oL
    [ Ficha ] Rem E. Zero Unknown

    2[ Ficha ] Rem E. Zero Empty Re: [ Ficha ] Rem E. Zero em 12/18/2019, 13:38

    DEV.Reme

    FICHA APROVADA


    _________________
    [ Ficha ] Rem E. Zero KjiottL
    [ Ficha ] Rem E. Zero LEFs1LF
    Cenas Fortes:

    Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]