LFBR

Kim Sungwoo

em 20/1/2020, 17:28




https://i.imgur.com/Lg6a5Zr.png
https://i.imgur.com/Tr30gLG.png
Kim Sungwoo

B
Assassin
Masculino
16 Anos
1,70 m
59 Kg
O-
Busan - Coreia do Sul

31
251
162
105
151

Seul
1.000
Nenhuma
Freelancer
0
0
0 G$
Desconhecido
0
0
Ranger
1
Um apartamento no bairro de Gangnam.
500
Sem plano se saúde



STATUS

UNDEFINED

BIOGRAFIA

CLASSE

INVENTÁRIO


UNDEFINED

<< UNDEFINED >>

















NOME:

Undefined

RANK:

X

TÍTULO:

"Undefined"

CLASSE:

Undefined

GÊNERO:
 
Undefined

IDADE:

XX anos

ALTURA:

x,xx m

PESO:

xx Kg

TIPO SANGUÍNEO:

XX+

LOCALIZAÇÃO:

Undefined

G$:

000.000.000

ORIGEM:

Undefined







FORÇA:

0

INTELIGÊNCIA:

0

AGILIDADE:

0

SENTIDOS:

0

VITALIDADE:

0

HP:
0

MP:
0



Sungwoo possui o cabelo acinzentado e espetado que herdou de seu Kim Hoseok, seu pai, bem como os olhos azuis penetrantes que herdou de Min Sora, sua mãe. Seus olhos, no entanto, quase nunca podem ser vistos, uma vez que metade do rosto do rapaz sempre está coberto por um acessório que lhe fecha toda a visão. A venda de ouro possui uma grande joia azulada da cor de seus olhos.

Suas vestimentas apesar de simples podem ser notadas como caras logo ao primeiro toque, e ele chamaria atenção por isso se não gostasse de se vestir com um estilo muito peculiar. Por conta do templo em que cresceu, Sungwoo usa uma túnica de monge e mantém a cabeça coberta por um capaz. Suas vestimentas são esbranquiçadas com detalhes em dourado.


Sungwoo não é uma pessoa das mais comunicativas, preferindo o método de se provar com ações. Ele é tão quieto que as pessoas costumam achar que algum problema de fala lhe acomete, enquanto alguns poucos saibam que na verdade esse é apenas o seu jeito de trabalhar. Preferindo trabalhar sozinho, o jovem praticamente não tem amigos por não se permitir criar contatos que ele acredita que podem lhe prejudicar. Por conta dos ensinamentos do templo, Sungwoo nutre um certo lado espiritual quando sozinho, e tem apreço pela disciplina e profissionalidade.

Quando em combate, Sungwoo prefere se adaptar às necessidades de cada situação e não se manter preso a um estilo só por considerá-lo seu favorito, alternando entre as atribuições de um “sniper” ou mesmo de um duelista. O ritmo da luta é que vai definir sua forma de se portar. Apesar disso, tem uma inclinação pessoal para o estilo duelista, indo de encontro ao seu alvo e o pressionando o suficiente para fazê-lo cometer erros. Erros esses que, por costume, Sungwoo procura evitar — e consegue na grande maioria dos casos—, se mostrando um formidável caçador.


A história de Sungwoo deve ser iniciada contando a partir de seus pais. Hoseok, seu pai, e Sora, sua mãe, são dois caçadores de recompensa que atuam em Seul e regiões próximas. Ambos vêm de famílias rivais de assassinos de aluguel que vez ou outra tinham a sorte de ter alguém despertando por entre suas fileiras. O casal, no entanto, iniciou um romance digno de Romeu e Julieta, indo contra tudo e todos que os cercavam. Na ocasião deles fugirem juntos para seguirem seu próprio caminho, Sora teve seu despertar como uma Ranger Rank B, e foi por causa dela que eles conseguiram fugir em segurança. Mas não se enganem, porque mesmo que sua história pareça digna, eles não o são. É verdade que não concordavam com as regras e o serviço de suas famílias, mas o motivo de terem fugido era que eles não aceitavam receber ordens. Queriam comandar, e não serem comandados.

Sob o disfarce de um templo xintoísta, eles montaram uma rede sólida de contrabando e contratos de assassinato bem debaixo dos olhos de todos. Os monges que compunham o corpo de subordinados na verdade eram outros assassinos e caçadores de recompensa que viram na causa de Hoseok e Sora ideais parecidos com os seus. Quando Sora engravidou, eles não viram a situação apenas como a família aumentando, e sim como uma chance de aumentar sua própria influência para as gerações seguintes. Sungwoo cresceu nesse ambiente hostil e de perigo iminente, sendo treinado desde novo para seguir os passos dos pais. O casal aproveitou de sua influência e ativou contatos dos mais diversos lugares do país para que servissem de tutores. Precisavam que Sungwoo fosse bom. Não, precisavam que Sungwoo fosse perfeito, melhor que eles jamais imaginaram que seriam.

A criança se mostrou uma adepta inata do combate às cegas, e eles trabalharam em cima disso a partir de tal descoberta. Começaram melhorando sua audição, usando de tudo que tinham ao alcance. Passando por meditação a treinos mais pontuais, ensinaram Sungwoo a confiar em seus sentidos, mas sobretudo em seus ouvidos. Ele foi treinado para detectar passos em locais que não vê e até mesmo para se concentrar em vozes específicas em uma multidão. Foi quando resolveram aplicar isso para o combate, e então ele usou a venda pela primeira vez. Sem sua visão, seus outros sentidos iriam ficar mais apurados para lhe auxiliar em uma luta. Sua audição já acima da média se tornaria seus olhos, e assim ele se seguiu por anos aprimorando seu combate às cegas.

Para os pais do jovem, ficou a tarefa de lhe ensinar suas estratégias e foco. Começaram ainda cedo, com jogos de tabuleiro que iam aumentando a dificuldade gradativamente. Depois, simulações de combate. Lhe foi ensinado a ler os arredores de forma precisa para que pudesse tomar as melhores decisões. E para saber tomar a melhor decisão, ele também precisa ter foco. Bastante foco. Foi quando foi aprimorada a sua capacidade de concentração. Se ele quisesse seguir os negócios da família, não poderia se abalar pelo o que quer que fosse.

Seu despertar foi recentemente, aos quinze anos, quando Hoseok se descuidou e foi seguido. Um rival antigo encontrou a sua localização no templo, descobrindo toda a fachada, e invadindo o lugar atrás dele com alguns reforços. O pessoal era talentoso e bem treinado, dos dois lados. Sora pesou bastante por ser a mais habilidosa e conseguiu segurar as pontas por bastante tempo, mas uma hora foi sobrepujada. Na tentativa de salvar sua mãe, Sungwoo tomou o seu arco caído e se colocou na linha de frente. Foi como se ele entrasse em um frenesi. Não existiam projéteis em suas mãos, mas ele movia os dedos por entre a linha e assim que tensionava um feixe de energia aparecia para ser disparado. Quando tudo acabou, Hoseok estava morto e Sora gravemente ferida. Com seus pais incapacitados, pela primeira Sungwoo esteve por conta própria. Ele sabia que era seu destino assumir o negócio de sua família, mas ainda não estava pronto para isso. Por isso ele... Fugiu.

Passou um ano aprimorando seu corpo sozinho, que foi quando se tornou um bom acrobata. Agora, ele se sente pronto para investir seu tempo em trabalhos mais perigosos. Como era mesmo que Sora chamava aquilo? Dungeons?

AFILIAÇÃO:
--
CARGO:
Freelancer
MISSÕES CONCLUÍDAS:
0
MISSÕES FRACASSADAS:
0
SALÁRIO:
0 G$

GRAU DE FAMA:
Desconhecido
PONTOS DE FAMA:
0
PORTAIS CONCLUÍDOS
0


PLAYERS


NPCS






CLASSE:
Undefined

SUB-CLASSE:
Undefined

NÍVEL DA SUB-CLASSE:
Grau 1


• Sangue-frio
• Manobra de Combate: Luta às Cegas
• Acrobacia
• Escutar
• Estrategista





Pistoleiro Arcano
NOME: Pistoleiro Arcano

DESCRIÇÃO: A medida que o combate se desenrola, o Ranger consegue aos poucos reunir mana sem que isso o esgote. A cada dez disparos, sua décima munição irá conter um efeito de imbuição de mana maior ainda, agregando seu dano total. Este tiro também é garantia de acerto, e sempre alcançará seu alvo.

CONDIÇÃO: Ativada a cada décimo disparo contra um oponente.

BÔNUS: +50% no dano total. O projétil sempre irá acertar o alvo.




ITEM: Presente da Associação

DESCRIÇÃO: Uma Arma que a Associação presenteia a caçadores iniciantes. Eles permitem até mesmo que escolham sua favorita.(Item mundano, não dá bônus).


G$: 000.000.000




MORADIA
LOCALIDADE:

CUSTO: 0 G$




DESPESAS

FATURA HOSPITALAR:

































Mizzu
Mizzu

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Mensagens : 189
Dinheiro : G$ 1,000
Localização : Inje
Rank D

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Layout desenvolvido por Roevs, Remenuf e Mizzu
SOLO LEVELING RPG (2018 - 2020)