LFBR

Brotherhood

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

em 16/7/2020, 19:26




Aventura

Aqui ocorrerá a aventura do Caçador Jetsun Daehan, a qual não possui narrador definido.

ADM.Mizzu
ADM.Mizzu
G$ 1,000
Localização : Inje

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank D


_________________
Brotherhood ZW5Nt30

Brotherhood Gj61uIs
em 16/7/2020, 22:18
A lua.


O mundo mudou muito depois da abertura do primeiro portal, é o que dizem, entretanto nada mudou mais do que a vida de Jetsun, seus passos eram vagarosos e seu olhar frio deslizava como um scanner pelo rosto de cada uma das pessoas pelas quais passava, ele tinha um instinto natural de desconfiança e não era capaz de confiar nem mesmo nos estranhos na rua.

Ocasionalmente olharia para trás, procurando descobrir se estava ou não sendo seguido enquanto caminhava por Seul, enquanto caminhava sua mente retornava para o passado, procurando pelas memórias que lhe traziam saudade de casa, eram poucas entretanto ele não conseguia deixar de recorda-las.

Enquanto caminhava relembrou de sparrings e seu treinamento de combate, da época em que defendeu o Rei Dragão, apesar de um tanto melancólico seu rosto não expressou isso e Daehan por alguns instantes se viu imerso em seus próprios pensamentos profundos, até acordar.

O torpor próprio durou pouco tempo e ele rapidamente recuperou a luz nos olhos, sua atenção estava recuperada, ele voltou aos seus pensamentos comuns enquanto caminhava.

Sua voz grave soaria.


- Preciso encontra-lo.


Ele procurava pelo coiote que o tinha deixado em Seul, precisava encontrá-lo o quanto antes para resolver sua ilegalidade no país, seu principal plano era voltar até o ponto de encontro onde ele foi deixado em Seul. Daehan se esforçou para lembrar do local de encontro e o procuraria sem parar, até encontra-lo.

Só ai ele começaria a procurar pelo coiote que o tivera trago para Seul, precisava conseguir uma certa ajuda com ele para finalmente começar a cumprir seus próprios objetivos na cidade.



Histórico Jetsun Daehan:

HP: 1000
MP: 10200

Perícias:
Arte Marcial: Bojutsu
Sobrevivência
Rastreio
Estratégia

Ganhos:


Perdas:


Objetivos:
- Conseguir uma identidade e me registrar na associação coreana de caçadores.
- Entrar para a White Tigers.
- Conhecer o Van. (Vai invadir em breve.)
- Conseguir um Cajado que eu possa utilizar como Bojutsu também para lutar a curta distância.
- Fazer uma Dungeon.
X
X
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
Brotherhood GkgIprt
em 17/7/2020, 11:32
O Rei


FALAS PENSAMENTOS Técnicas
Acordou em sua cama, nu e solitário. A garrafa de bebida vazia e o cinzeiro cheio eram as provas de mais uma noite solitária. Levantou-se, vestiu uma calça de moletom e um casaco de pele lupina sem botões ou presilhas que deixava seu torso visível e pouco protegia do frio, sendo apenas um acessório fashion e imponente tal qual sua personalidade. Iria até a cozinha e pegaria uma garrafa com água ou qualquer outro líquido disponível para hidratar seu corpo ainda desorientado e incapaz de discernir o horário atual. Em seguida, avançaria até a varanda de seu loft onde observaria a cidade de Seoul enquanto contemplava uma vida que somente os escolhidos poderiam ter.

_ Hoje é o dia em que eu entro naquela guilda… Vai ser bom saber como é uma antes de eu criar a minha própria.

O sorriso malicioso tomava conta de seu rosto, incapaz de segurar suas próprias emoções egocêntricas, mesmo não havendo o menor motivo para segurar. Sentia-se mal às vezes por não ter o domínio de si próprio, situação esta que o colocava em cenários problemáticos, principalmente quando diante de uma presa. Nada era capaz de pará-lo em seu frenesi.

Vamos lá!

Deixando para trás o que tivesse em mãos, saltaria pelos prédios usando toda sua capacidade superhumana. Embora fosse classificado como Rank-B, seus atributos físicos eram todos A e isso o colocava em um patamar superior aos demais humanos. Embora fosse novo em Seoul, já tinha feito seu teste e passado pela Associação de caçadores, então, em teoria já tinha alguma noção do que eram as guildas e suas localizações. Mas caso esquecesse ou não soubesse, procuraria saber onde era localizada a White Tigers.  Para isso, buscaria por mapas ou orientações pelas ruas, andando sem pressa, sem destino e sem sapatos. Isso mesmo, estaria descalço, sem dinheiro ou documentos. Pouco se importava com essas coisas. Em sua posse apenas uma calça e um casaco aberto, nada além e era o suficiente por enquanto. Na hipótese de não encontrar, perguntaria aos transeuntes usando o máximo de sua paciência e simpatia, tentando não assustá-los com sua aparência e postura intimidantes.

Caso descubra o endereço do local supracitado, iria usando sua velocidade de modo a iniciar um tipo de treino matinal que poderia ser noturno visto não saber o horário. Chegando na guilda, entraria e apresentar-se-ia como um novato. Preencheria possíveis formulários e responderia as questões que lhe fizessem.

Durante o trajeto não se importaria com defesa, esquiva ou coisas do tipo. Era forte demais para de preocupar e essa prepotência eventualmente lhe causaria mal. Contudo, até isso acontecer, ele viveria despreocupado e talvez mesmo acontecendo, era capaz de nada mudar em sua personalidade.


Objetivos:


( ) Encontrar o meu duo
( ) Entrar na White Tigers
( ) Fazer uma dungeon


Ponto-Situação do Personagem:


Nome do Player ~ Mustafá Al Van
Nº de Posts ~ 01
Vantagens ~ Temperamento calmo, Aceleração e Visão Aguçada
Perícias ~ Caça, Estratégia, Intimidação, Rastreio e Sobrevivência

Ganhos ~
~  
~


Perdas ~
~
~


Extras ~
N/A

Off:


[...]

Van
Van
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank B


_________________
Brotherhood KPRhoFJ

Brotherhood FJRmanF
Always and forever!
em 21/7/2020, 04:49
BrotherHood


Cenário

O pequeno espetáculo de luzes do crepúsculo matutino anunciavam o início de mais um dia na capital, tendo sua beleza amplificada por um céu despido de nuvens, prelúdio do clima quente e ensolarado que provavelmente predominaria até o anoitecer. A grande quantidade de cidadãos circulando provava-se digna da cidade Alfa do país, número que seria ainda maior se não pelos avançados e tecnológicos metrôs da cidade. A população de Caçadores também é uma das, se não a maior, de todo o país. Neste cenário quase que futurístico, imperfeições podem facilmente ser ofuscadas, mas os olhos(e ouvidos) mais atentos podem notar os indícios de uma desigualdade e descontentamentos intrínsecos na nação, refletidos em parcela da cidade.

Jetsu Daehan

Uma silhueta incomum caminhava pelas ruas da metrópole, imerso nas memórias de uma terra agora distante, de uma honra e dever que lhes foram tomados pelo curioso fluxo do destino, que o arrancou de um passado cujas raízes já haviam sido estabelecidas na essência de seu ser, dando espaço à melancolia que gradualmente crescia dentro de si. Os pensamentos, porém, não eram suficiente para suprir os maneirismos e costumes de toda uma vida, o caçador recém-desperto ainda fitava todo o ambiente ao seu redor, como também os rostos de cada cidadão que encontrava no abstrato caminho que tomava, assustando alguns destes, fato para o qual não dava muita importância, todos e tudo poderiam ser esconder a face do perigo, era nisso que acreditava, era isso que manteve seu rei vivo.

O objetivo atual despertou Jetsu do torpor ao qual havia se submetido, não havia tempo para perder com uma realidade que já não exista. Lembrou-se do local onde havia sido deixado pelo último de sua série de transportadores, uma pequena favela localizada, curiosamente, no distrito de Gungnam, o mais luxuoso de toda a cidade. Os habitantes foram forçadamente movidos para lá após uma expulsão em massa dos bairros pobres promovida para a realização de um importante evento anos atrás. Após caminhar com uma postura quase que esquizofrênica por alguns minutos, o homem notou que os luxuosos edifícios de arquitetura futurística deram lugar à uma pequena concentração populacional de barracos de madeira alinhados, com alguns poucos postes carregando fios elétricos. Os olhos do homem escanearam o local, revelando algumas poucas pessoas, provavelmente indo ao trabalho, caminhando em direção à distante estação de metrô na área nobre do distrito. Dentre eras, uma figurava se destacava, um homem encapuzado carregando uma garrafa de bebida caminhado em desajeitados passos, parecia caminhar sem rumo pelo chão asfaltado com cimento de baixa qualidade.

Não...não pode ser. — disse, em um tom de descrença que logo transformou-se em raiva — Você, sim...você!

O homem investia na direção do caçador em uma velocidade impressionante, na qual o Rank-C mal pode acompanhar, apenas para passar a alguns centímetros de distância e atingir um dos postes elétricos, implodindo sua estrutura. As poucas pessoas presentes no local disparavam em desespero, algumas entravam em suas casas, outras corriam em direção à cidade. O ato brutal tinha Jetsu como alvo, mas a precisão do homem fora roubada por alguns, não tão poucos, litros de bebida com porcentagens astronômica de álcool, que o fizeram cambalear momentos antes de atingir o alvo. Agora, erguia-se lentamente, de punhos cerrados e respiração ofegante. Suas intenções estavam claras e, se quisesse permanecer em um estado melhor que o dos fragmentos de concreto que foram propulsados para além do alcance de sua visão, o ex-guarda real precisaria agir.

Mustafá Al Van

Imponência, essa era a palavra que melhor definia a figura despida que levantava da cama, deixando de lado os resquícios de mais uma noite sozinha. A personificação da ambição, Mustafá Al Van.

O homem colocou algumas poucas peças de roupa e caminhou até a pequena cozinha, onde encheu um copo da água e seguiu com este em mãos até a varanda, testemunhando um espetáculo de luzes crepusculares, prelúdio do amanhecer que o permitiu deduzir que fossem aproximadamente cinco da manhã. A vista dos arranha-céus de Seul era especialmente bela para seus olhos, afiados como uma lâmina, capazes de discernir cada uma das cores e enxergar cada mínimo detalhe das edificações em quilômetros com facilidade. Era superior aos demais, disto sabia e disto saboreava. Tomou seu copo de água.

O objetivo do dia já havia sido determinado: White Tigers, uma das maiores guildas da Coréia do Sul que, para o lutador, não passava de um degrau da escada que subiria para chegar ao topo. Após um sorriso malicioso e uma espécie de grito de guerra, o homem saltava em uma velocidade surreal por entre os prédios. A cena provavelmente assustaria os pedestres, se estes fossem capazes de enxergar seus movimentos. Lembrava vagamente da localização da sede noticiada pelos veículos de mídia, mas Seul é uma cidade grande e os muitos arranha-céus eram extremamente efetivos para formar uma espécie de labirinto. Decidiu procurar por instruções nas ruas. A aterrizagem assustou a maior parte dos pedestres, que rapidamente foram para longe ao testemunhar um homem de mais de dois metros de altura aparentemente teleportar-se no local. Surpreendentemente, foi abordado por um garoto vestindo o típico uniforme escolar coreano, carregando uma bolsa e portando um olhar admirado e sutilmente assutado.

Grandão, isso foi incrível! Você é um dos caçadores! — o homem manteve uma expressão simpática na tentativa de extrair a direção do QG, tentativa que provavelmente só convenceria uma criança após a última exibição de poder que evidenciaria a qualquer um com bom senso de que não era uma boa ideia permanecer no local. Pra sua sorte, estava diante de uma — A White Tigers? Claro que eu sei! Tivemos teste de geografia ontem e, como sempre, eu tirei nota dez! —  O garoto retirou um pequeno mapa amassado de dentro da bolsa que carregava, fazendo algumas anotações neste com uma caneta — Nós estamos aqui e a sede da guilda está aqui, o caminho para os pedestres é um pouco longo, mas como você é um super-humano, deve poder voar, saltar, ou seja lá o que você fez, em linha reta nessa direção, e vai chegar lá rapidinho! Como um bônus, vai poder ver todos os prédios legais do distrito de Gangnam! — disse, entregando o mapa nas mãos do pseudo herói e olhando para seu relógio de pulso Até mais! Fale pro Tigre Branco que eu disse oi!

O caçador então, com o mapa em mãos, dava sequência á sua corrida, a velocidade com o quão fora abençoado o levaria ao objetivo em alguns poucos minutos. Após saltar por mais alguns edifícios, o caçador pode notar que a quantidade destes havia diminuído, tal como mostrado no mapa. Estava no caminho certo. Subitamente, os sentidos de Mustafá detectaram a presença de duas forças incomuns em um local próximo que havia avistado do alto do último edifício do qual saltou. Logo após, um estrondo foi ouvido e um pequeno fragmento de pedra atingiu seu braço, não causando dano algum devido à resistência surreal que um ser de seu porte possuía, mas surpreendendo-o o suficiente para que parasse por um momento. Era o anúncio de que as duas forças presentes no local estavam prestes a colidir.

Considerações:

Bom, primeiramente eu quero me desculpar pela demora, e em seguida quero culpar o fim complexo(pra não dizer doente) da história do nosso querido Magma.
Já conversamos sobre no Discord, mas pra registrar na aventura em si para fins de avaliação:
Estude mais um pouco sobre a cidade/região na qual seus personagens estiverem. Seul possuí Submundo Rank D e Tecnologia Rank S, conseguir uma identidade falsa já seria extremamente complexo e fazer com que a autenticidade não seja comprovada falsa pela ACC em uma cidade no pico da tecnologia humana atual beira o impossível. Exigiria toda uma aventura e provavelmente não seria aprovada mesmo que o fizéssemos.
Dito isso, eu preparei outra rota para que você consiga o registro e para que se encontrem o mais rápido possível, como foi solicitado. Vai depender de vocês segui-la ou não. Nós podemos continuar procurando pela identidade falsa, mas esteja ciente dos fatos já citados.

Van, eu tomei a liberdade de interromper a sua ação de ida à guilda utilizando da característica do personagem de não considerar manter estratégias de esquiva, apenas para oferecer a oportunidade de encontro do duo designada como primeiro objetivo da aventura.

No mais, eu gostei da forma como ambos frisam a personalidade de seus personagens na narração! Os posts daqui pra frente serão mais rápidos e espero que se divirtam na aventura!

Leora
Leora
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
em 21/7/2020, 13:27
O egocêntrico e determinado herdeiro do clã árabe Mustafá acordou com as galinhas, mas sem elas para lhe fazer companhia. Pensou nisso enquanto movia-se em direção a guilda e sentiu a solidão tocar o seu ser novamente. Respirou fundo e enterrou os sentimentos negativos, mantendo uma atitude positiva e intimidante. Durante o trajeto, percebeu que não encontraria por conta própria e desceu para o nível dos comuns. Por sorte, uma criança esperta e esperançosa o ajudou em sua busca e agora ele possuía um mapa eficiente para a trajetória.

Enquanto percorria o caminho traçado, deparou-se com uma situação no mínimo estranha e atingido por estilhaços de uma possível briga, sentiu o sangue ferver e a ansiedade atacar.

"Oh… Temos um espetáculo para assistir."


Furtividade não era uma especialidade sua devido a sua personalidade extravagante, contudo, caçar e rastrear era com ele mesmo. Ciente da posição dos estilhaços, poderia, na teoria, traçar o caminho inverso e encontrar a origem dos arremessos. Não o bastante, seus Sentidos descomunais seriam de grande valia na investigação e facilitariam a localização do local desejado.

Na hipótese de identificar, mover-se-ia tentando não fazer muitos sons, embora não fosse especialista no assunto e observaria de longe o embate entre as duas auras sentidas anteriormente. Tentaria identificar suas motivações e feições para fazer um juízo de valor, definindo assim se cabia interferir ou não. Encostaria em algum muro, poste ou construção qualquer com os braços cruzados e um dos pés servindo de apoio para manter o equilíbrio e a postura descolada.

Por hora, não meter-se-ia no conflito. Apenas esperaria enquanto ouvia as possíveis conversas. Se aparecesse mais uma pessoa, somente nesse momento iria agir para deixar a briga em pé de igualdade pois odiava covardia e se fosse mais de um, o sorriso malicioso e ambicioso estaria estampado em seu rosto. Adorava um cenário desvantajoso pois era o momento em que pudera utilizar 100% de suas capacidades sem restrição.

Na hipótese de tudo ser resolvido sem a sua interferência, surgiria como uma sombra em frente ao vendedor e perguntaria por mera curiosidade sobre o motivo do ocorrido. Caso, por algum motivo não citado, seja envolvido no confronto, usaria suas habilidades físicas superhumanas para apenas esquivar de possíveis ataques enquanto tentava entender o que estava acontecendo.
Van
Van
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank B


_________________
Brotherhood KPRhoFJ

Brotherhood FJRmanF
Always and forever!
em 23/7/2020, 01:08
Décima Segunda Lua.


Tudo aconteceu muito repentinamente, tão rápido que as reações de Jetsun não foram o suficiente, se não fosse pela ajuda do próprio destino ele teria se ferido.


- Mas Oqu-?!


Efetuaria um rolamento para a direita e logo em seguida ficaria de pé, dando alguns pulinhos para trás, atento ao terreno para não ser pego de surpresa e se distanciado do inimigo oculto.

Apesar da raiva brotar na sua mente, seus olhos frios encarariam diretamente a figura, ele franziria as sobrancelhas e perguntaria com uma voz imponente.  

- O que significa isso?


Depois de falar seus olhos viajariam pelo cenário, procurando por algo que pudesse utilizar para se defender, de preferência uma barra de ferro ou uma vassoura, qualquer um dos dois teria alguma utilidade para com o seu Bojutsu, caso encontrasse iria até o objeto e o pegaria e voltaria a encarar o oponente, se não encontrasse apenas se manteria parado encarando-o.

Daehan diria após respirar fundo, tentando se acalmar e recuperar sua expressão completamente fria.

- Quem é você? Nós não temos nenhum sangue ruim entre nós.


Caso houvesse uma resposta hostil ele apenas cerraria levemente os olhos, parece que o adversário não queria conversa. Ele se colocaria em uma postura de combate com o a arma que tivesse encontrado, segurando-a com a mão direita e se colocando de perfil, colocaria a ponta da barra na direção do adversário.

A voz de Daehan soaria suavemente, nessa situação ele já tinha aceitado que um combate iria eclodir, não havia motivo para tensão.

- Tem certeza disso?


Seus olhos alternariam entre o poste e a figura estranha.
"Esse cara... Forte."


Não era como se Jetsun não tivesse enfrentado caçador algum no Butão, ele já estava bem ciente das suas capacidades atuais, um soco como aquele... Ele não poderia ser atingido ou sua situação no combate se dificultaria, sua mãos seriam ligeiras, manteria a postura de combate do corpo, entretanto colocaria a arma se tivesse em uma posição diagonal na frente do corpo, não foi difícil de julgar a situação, o bêbado tinha alguns problemas com a precisão de seus ataques, seu objetivo era dificultar ainda mais seus golpes, aquela era uma postura era uma postura contra-ofensiva, mas não defensiva, não tinha o objetivo de defender golpe algum, apenas dificultar-los.

"Com a velocidade dele será difícil de acompanhar..."


Ambas as mãos se mexeram, ele segurou a "arma" mais na direita de uma forma irregular e a inclinou, ainda na diagonal um pouco para a frente, usufruindo de uma área de alcance maior, seus olhos azuis brilhariam na direção do adversário.
"Venha..."


Jetsun quase arregalaria os olhos, ele precisava ficar atento ao combate, sua respiração aos poucos se tornaria mais sincronizada e suas pernas ficariam levemente flexionadas, caso o adversário realizasse um ataque frontal como antes ele não seria capaz de reagir tão rápido quanto o golpe, entretanto, avaliando a situação a melhor situação seria defender os buracos na defesa que existiam antes do ataque do bêbado ser iniciado, giraria o bastão no sentido horário da vertical, tentaria acertar o braço ou os braços que tentassem o golpear com sua arma improvisada, ele provavelmente não tinha tanta força quanto o atacante, entretanto a colisão das forças não seria direta, e como dito, a intenção não era de defender diretamente, apenas tentar desviar a força imposta contra ele, além disso daria um súbito saltinho para trás para recuperar distância e faria um esforço para tentar recuperar a guarda antes do próximo movimento do adversário.


- Já chega não acha? estamos em público, em breve a associação de caçadores deste lugar irá chegar...

Ele diria, ofegante em meio ao movimento, tentaria apaziguar a situação, se as coisas ficassem mais complicadas e a associação de fato chegasse a situação se tornaria muito mais complicada.

Caso o ataque persistisse ele ficaria atento, apesar do adversário não parecer tão bem ele não tentaria subestimá-lo, se fosse uma pessoa que pensasse um pouco antes de atacar ele não realizaria o movimento anterior, o seu foco principal agora era nas suas laterais, quando o atacante se movimentasse realizaria o mesmo movimento de antes, girando a arma a sua frente para tentar atrapalhar a ofensiva, um único giro, dada a velocidade do adversário seria o suficiente para ter certeza de que o ataque não seria frontal, nesse caso a mão direita faria um movimento de empurrão ágil na arma improvisada, seus sentidos funcionando ao máximo, por mais que não muito, talvez fossem o suficiente para ter uma reação não tão atrasada sobre por qual lado sofreria o ataque, o empurrão causado pela mão direita tinha o objetivo de colocar o "bastão" sobre uma força de rotação sútil, giraria ele ao redor do braço esquerdo até a junção do cotovelo, quando e caso conseguisse notar o lado do ataque, o apertaria com o braço e bateria o antebraço direito nele, lançando-o na direção do golpe para tentar atrapalha-lo, visando acima de tudo, tentar acertar os pulsos ou braços do adversário para tentar desviar o ataque, realizaria mais um rolamento para a lateral e não deixaria de analisar o terreno durante todo o conflito tentando se precaver de buracos e outros objetos ou mudanças de relevo que prejudicassem seus movimentos.

Se por acaso, durante alguma das duas situação o ataque alheio fosse capaz de quebrar a guarda de Jetsun ele não pensaria duas vezes, seus olhos tomaria uma coloração sombria e sua mana se agitaria por alguns instantes.


"Garras das Trevas.."


Ele canalizaria e liberaria sua habilidade Garra das Trevas sua mana se espalharia nas sombras e naquele curto espaço de tempo ele faria três garras de energia surgirem das trevas, a primeira surgiria de uma energia saindo da sua própria sombra na frente do adversário e em seguida se materializaria em uma garra, chamar sua atenção e tentar faze-lo recuar era o objetivo, uma surgiria atrás dele logo após o surgimento da primeira, surpresa e fechar uma rota de fuga, a outra demoraria um pouco mais para surgir, surgindo acima da sua cabeça e tentando talhar um golpe para baixo.

Garra das Trevas:
Nome da Skill:Garra das Trevas
Tipo: Ataque (25PP)
Rank / Valor: Rank E (15PP) (+50 de Dano.)
Alvo: 1 Alvo (00PP)
Distância: Distância comum da classe. 25metros
Efeito: N/A
Condição:

Lucky Coin (-20 PP’s) - Jogue uma moeda (1d2), se cair cara(o macaquinho) sua skill se ativará, caso contrário nada acontecerá e a mana será gasta da mesma forma.

PP's20PP
Consumo:40 MP
Descrição:
O mago se concentra em um alvo que esteja dentro da zona de uso da habilidade e concentra sua mana nas sombras, sua sombra toma formato de garra e desliza pelo chão, saindo próxima ao oponente e se materializando como uma garra fantasmagórica das trevas que efetua um movimento de talho, atingindo o corpo do alvo e aplicando dano.

Imagem do ícone: Brotherhood MordekaiserE

Imagem / gif ilustrativo (opcional): N/A
Cor(em Hexcode):  #68008A
Link da ficha:https://www.sololevelingrpg.com/t750-jetsun-daehan#5945

Caso não encontrasse nenhuma arma utilizaria sua técnica no primeiro ataque adversário, da mesma forma como citado, na tentativa de parar o seu ataque.

De qualquer forma, Jetsun não tomaria ações mais ofensivas que essas, tentaria apenas se defender ao máximo, caso a associação chegasse ele teria como se defender.

Se por acaso no seu recuo ficasse de costas para um muro após o segundo recuo ele tentaria se abaixar quando o ataque estivesse por vir para tentar realizar uma esquiva e em seguida utilizaria sua skill para tentar afastar o adversário.




Considere as moedas na sequência em que as skills foram utilizadas.





Histórico Jetsun Daehan:

HP: 1000
MP: 10200

Posts:02

Perícias:
Arte Marcial: Bojutsu
Sobrevivência
Rastreio
Estratégia

Ganhos:


Perdas:


Objetivos:
- Conseguir uma identidade e me registrar na associação coreana de caçadores.
- Entrar para a White Tigers.
- Conhecer o Van. (Vai invadir em breve.)
- Conseguir um Cajado que eu possa utilizar como Bojutsu também para lutar a curta distância.
- Fazer uma Dungeon.


Última edição por X em 23/7/2020, 01:12, editado 2 vez(es)
X
X
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
Brotherhood GkgIprt
em 23/7/2020, 01:08
O membro 'X' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'Lucky Coin' :
Brotherhood LLndcnC
ADM.Roevs
ADM.Roevs
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Admin

em 27/7/2020, 13:01
BrotherHood


Jetsun Daehan e Mustafá Al Van

As ruas pouco movimentadas tornaram-se desertas pouco tempo depois do estrondo do golpe de uma misteriosa figura foi ouvido pela comunidade. Agora, ela se preparava para atacar novamente, enquanto Jetsun calculosamente procurava por uma arma enquanto questionava o motivo da violência e a identidade de seu agressor. Um homem assistia o decorrer do pequeno espetáculo apoiado no muro de uma das casas no fim da rua. Mustafá, que precisou de pouco mais que dois segundos para chegar ao local depois de detectar o confronto e facilmente identificar sua localização com suas absurdas capacidades sensoriais.

Eu não quero conversar, garoto. Eu quero te fazer sentir o gosto do que você trouxe pra todos nós.

O homem então preparou-se para atacar novamente, Jetsun não encontrou nada suficientemente resistente para utilizar como arma, mas a experiência como combatente foi fator mais determinante que o mais potente dos bastões seria naquele momento. Ciente de que, uma vez que fosse atingido, provavelmente não conseguiria manter-se de pé. Aproveitando-se da embriaguez do oponente, que tendia a movimentos desleixados e previsíveis, o Rank-C controlou sua mana, transformando-a em garras de energia negra que atingiram o encapuzado momentos antes de sua investida, rasgando-lhe a superfície da pele e atrapalhando o seu já frágil equilíbrio. Tal feito, somado à postura defensiva assumida pelo caçador, fizeram o oponente errar sua investida novamente, partindo descontroladamente até acertar, coincidentemente, o poste  onde repousava Mustafá, que pôde acompanhar com facilidade o movimento, afastando-se em alta velocidade pouco antes da colisão feroz entre punho e concreto, que espalhou ainda mais detritos pelo local. O encapuzado se levantava novamente, e começara a tremer ao notar a presença da imponente figura que evitou seu ataque com facilidade.

Não... Você é um deles? Não é possível que tenha chegado aqui tão rápido... Se eu vou morrer aqui... Eu vou levá-lo comigo!

O homem investira novamente na direção de Jetsun, que sentiu um frio na espinha ao falhar em utilizar sua skill novamente. Instantes antes do impacto, uma nova figura adentrou o embate, bloqueando o golpe com uma única mão e, com a restante, socando o agressor no estômago, derrubando-o instantaneamente. Jetsun sequer pode acompanhar a movimentação do homem que, em sua perspectiva, repentinamente surgira em sua frente, já Mustafá pode acompanhar cada segundo da pequena ação onde o encapuzado fora incapacitado como uma criança colocada no berço. O que ambos podiam ver, era um homem de terno e cabelos negros com uma aura de nível completamente diferente.

Esse caos já se estendeu por tempo demais. Não acham? — Dizia o homem, visivelmente apático em relação a situação e mantendo uma postura intimidadora em relação à Jetsun. Van decidiria entrar na briga caso houvesse apoio alheio à uma das partes, mas aquele claramente não era o caso. O homem estava preparado lidar com os dois protagonistas do combate simultaneamente.

Você... de cabelos brancos. Você não é um deles... Se fosse, eu já estaria morto — disse a figura derrotada, que finalmente teve seu rosto revelado. Era o último da série de coiotes que trouxeram Jetsun para o país. — Ele solicitou nossos serviços, nós o trouxemos desde aquela merda de país até aqui. Mas agora, todos eles... Cada um dos coiotes envolvidos em seu transporte. Todos estão mortos. Estamos prontos pra esse tipo de coisa, sabemos dos perigos envolvidos... mas nunca lidamos com monstruosidades como os dois caçadores que perseguiram e executaram cada um dos outros no Oriente. Eu sou o último... Agora, é só questão de tempo...

Essas foram as últimas palavras antes do homem perder a consciência. O homem de terno acendia um cigarro e o levava até a boca, voltando sua atenção para o combatente que ainda permanecia acordado.

Então, você atravessou a borda do país ilegalmente. Francamente, você não poderia ter escolhido cidade pior no país para se estabelecer após algo assim. — o homem suspirava, antes de dar mais uma tragada — Agora, você tem duas opções. Primeira, você vem comigo pacificamente até um prédio da ACC e explica em detalhes toda a situação que o fez estar ilegalmente no país trocando golpes com outro despertado. Segunda, você se recusa e tem o mesmo destino deste aqui, sendo levado para uma prisão de segurança e passando alguns anos lá até que decidam o que fazer com você. Mentir é inútil, eu vou saber. Você tem dois minutos para decidir. — após soprar a fumaça, virou sua atenção para o outro presente no local — Mustafá Al Van, não é? Um de nossos associados registrou a presença de um homem pulando entre os prédios de Songpa-Gu e utilizamos nossos meios para checar no registro e monitorá-lo. Peço desculpas pela inconveniência, mas apesar das extremidades do mundo dos Caçadores, não é exatamente rotineiro movimentações tão bruscas dentro da cidade. Peço que mantenha um pouco mais de discrição no futuro. Você claramente não tomou parte no confronto, mas agradeceríamos se pudesse nos acompanhar e relatar a sua visão dos fatos. Uma testemunha registrada é de grande valor. Como agradecimento, poderia apresentá-lo pessoalmente ao comitê de admissão da White Tigers. Nossos prédios são surpreendentemente próximos.

NPC:

Brotherhood Npc_va10
Leora
Leora
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
em 27/7/2020, 15:25
O choque entre as auras despertou a atenção do Árabe e o tal foi até o lugar onde se encontravam essas presenças e ali começou a observar o ocorrido. Por uma coincidência do destino, uma das figuras era um conhecido seu, Jetsun. Há algum tempo eles participaram de um grande evento nos EUA e viraram irmãos jurados. Por mais que se sentisse obrigado socialmente a intervir e ajudar o amigo, sua honra o impedia, forçando-o a dar uma chance de dois guerreiros resolverem suas pendências de maneira justa.

Por pouco não sobrou para o caçador de cabelos brancos pois o inimigo de seu amigo quase o atingiu com um golpe. Talvez conseguisse se Mustafá não fosse quem era. O confronto não se estendeu muito devido a interferência de um homem bem vestido com roupas elegantes e uma personalidade séria. Não precisava ser um gênio para sacar a origem do rapaz.

"Ele é forte…"

Pensou a respeito do Associado da ACC. Ele neutralizou o oponente de Jet com facilidade, o qual antes de apagar tentou explicar o ocorrido. Van não deu a mínima para a história dele, apenas aproximou-se do loiro para ajudá-lo na medida do possível. O rapaz fumante não era de enrolação e deixou claro para Jet que não teria muitas opções e isso certamente não era visto com bons olhos pelo ranker.

_ Não ameace meu irmão jurado… Ou teremos mais caos!
Brotherhood Images?q=tbn%3AANd9GcTyPIubKU_MpwwYr-rLZpSumGAazG99nrzb8w&usqp=CAU

Mustafá era um homem naturalmente intimidador e embora não fosse sua intenção diretamente, sua postura mostraria preparo para um possível embate sem hesitações. O sobrevivente não tinha medo de ninguém, principalmente após ver pessoalmente a diferença de poderes entre os mais variados ranks. Ele sabia que um rank-S estava além de seu alcance, mas os rank-A não estavam longe e com algum esforço poderia sair vivo. Aquele associado certamente não era um rank-S, ou seja, cair no pau com ele seria como jogar uma moeda e mesmo saindo vitorioso, ainda assim seria problemático ter toda a Associação à sua procura. Entretanto, ele odiava injustiças e ver seu irmão jurado sendo intimidado daquele jeito sem a menor chance de revide certamente era um gatilho.

_ Jet-kun… O que você decidir, terá meu apoio!

Colocaria a sua mão direita no ombro do amigo para lhe passar confiança e calmaria. Se ele quisesse acompanhar o Agente, Van iria com ele. Caso não quisesse, o Caos rolaria inevitavelmente. Na hipótese de Jetsun se render, o Alfa acompanhar-lo-ia e serviria de testemunha não para falar sobre o ocorrido, mas sim para dizer que ele seria responsável pelo rapaz culto e sociável de agora em diante, numa espécie de guarda temporária.

Na hipótese do Caos rolar, Van abriria os braços e ficaria entre o agente e seu companheiro. Deixaria sua mana exalar pelo corpo e usaria toda a sua capacidade física para intimidar o inimigo. Inicialmente não o atacaria, apenas trabalharia seus sentidos para bloquear possíveis investidas enquanto avaliaria as capacidades do oponente. Se ele atacasse com golpes rápidos, usaria os joelhos e antebraços para defender os ataques. Caso fossem poderosos, usaria os braços em X para mitigar o dano recebido. Sendo mágicos ou à distância, tentaria tirar Jet dali e usar as construções para fugir enquanto protegia o amigo usando o próprio corpo como escudo.
Van
Van
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank B


_________________
Brotherhood KPRhoFJ

Brotherhood FJRmanF
Always and forever!
em 28/7/2020, 14:16
Reunion



Jetsun estava surpreendido, a velocidade com que os acontecimentos se desenrolaram o surpreendeu e a sensação de frio na barriga que ele havia sentido anteriormente era muito real.

O Surgimento do membro da associação também o fez pensar mais, sua expressão era sombria enquanto ele avaliava a situação como um todo, depois das palavras do coiote talvez ele não estivesse com sua situação tão boa e agora ele teria que muito provavelmente contar uma história plausível para não acabar condenado.

Daehan ergueu as sobrancelhas com o aparecimento de Van, um velho conhecido a quem ele jurou irmandade no passado, uma surpresa agradável até certo ponto, como dito pelos monges butaneses a roda do destino não para de girar, se alguma coisa deve acontecer ela vai acontecer.

Endireitou a postura, prostrando-se de pé ereto ao lado de Van e observou o agente da associação, pensativo.

"As intenções de Van são muito nobres, entretanto, criar problemas com a associação coreana, tão longe de casa... Mesmo que eu revelasse minha identidade caso fosse pego não seria capaz de me safar."

Os olhos azuis avaliaram a postura do possível adversário.

"Além do mais ele não parece um adversário fácil, um conflito eclodindo agora, ainda mais com uma incógnita como aquela."

Entreolharia o bêbado.

"Van está comigo, é uma conexão sólida, posso utiliza-lo para conseguir algum tipo de auxílio, um álibi talvez."

Sua mente parecia demorar, mas ele se esforçaria para pensar tão rápido quanto uma faísca saindo de uma pederneira.

- Não se preocupe Irmão, não teremos mais problemas por hoje.

Ele diria e assentiria para Van que havia acabado de surgir.

- Senhor caçador é claro que eu lhe acompanharei.

Jetsun esperaria pela resolução das coisas e acompanharia o caçador até a sede da associação, frio e pensativo, ele precisaria responder algumas perguntas, então já estava pensando no que poderia ou não dizer e como diria aquilo, sua cabeça trabalhava rapidamente em busca de uma solução, feliz que seu irmão jurado havia surgido.




Histórico Jetsun Daehan:

HP: 1000
MP: 10.080

Posts:03

Perícias:
Arte Marcial: Bojutsu
Sobrevivência
Rastreio
Estratégia

Ganhos:


Perdas:


Objetivos:
- Conseguir uma identidade e me registrar na associação coreana de caçadores.
- Entrar para a White Tigers.
- Conhecer o Van. CHECK
- Conseguir um Cajado que eu possa utilizar como Bojutsu também para lutar a curta distância.
- Fazer uma Dungeon.
X
X
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
Brotherhood GkgIprt

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Layout desenvolvido por Roevs, Remenuf e Mizzu
SOLO LEVELING RPG (2018 - 2020)