LFBR

I: La femme en noir.

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

em 16/7/2020, 20:38




Aventura

Aqui ocorrerá a aventura do Caçador Llyz Chevalier, a qual não possui narrador definido.

ADM.Sky
ADM.Sky
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank B


_________________
I: La femme en noir. 00ho70d  I: La femme en noir. 1iVyzP5  I: La femme en noir. VCrRNtn


I: La femme en noir. G32siSE
em 17/7/2020, 00:13



»» La Femme En Noir ««

- Llyz Chevalier -




Na imensidão do silêncio, um ritmo constante ressoava em minha mente como tambores de um orquestra, da escuridão da mente uma distorção que não encontrava forma definida de expressar-se claramente em minha mente, uma inconstância que fazia-me sentir meu movimento porém não me deixava controlar o mesmo, inquietude em sua mais simples essência, um ardor incontrolável em paralelo ao súbito gelar na espinha, não era um sonho, muito menos um pesadelo, conhecia aquilo, só bastava despertar e odiava o momento em questão. Como uma injeção de adrenalina a disparar os batimentos despertei daquele sono angustiante que havia se iniciado tão bem na noite anterior. Rotina? Era o que havia escutado no exército quando as noites de sona haviam sido substituídas por horas de estudo, por anos havia lutado para simplesmente conseguir normalizar meu sono sem a ajuda de remédios, mas toda vez que me sentia em expectativa, tal reação me acometia com ferocidade e de alguma maneira, também destruía um pouco de minha simpatia.

Merda… - reclamava, percebendo o suor excessivo a encharcar-me o corpo sem a ajuda das grossas cobertas que havia deixado ao chão. Não estava acostumada a usar muita roupa para dormir, mas aquela situação de certa maneira me retirava todo o conforto de retomar o sono. Um suspiro longo antes de observar o quarto ainda escuro, o celular ainda não havia despertado, talvez ainda tivesse tempo para dormir, ou talvez não precisasse mais repousar. - O dia será longo de toda maneira. - sussurrava ao silêncio, na expectativa de talvez obter resposta dos sons da cidade, mas daquela embaixada talvez só arrancasse os sons de minha própria respiração. Levantei-me preguiçosamente, despindo-me do que restava para seguir até o pequeno banheiro, o local embora importante gozava de um luxo bem ‘limitado’ o que para a ocasião me bastava, mas já me colocava a pensar por quanto tempo viveria ‘de favor’ no local. - Espero que muito em breve eu esteja livre desse ambiente. - pensei, como se um dia não tivesse sonhado em estar em um local como aquele.

Da água fria que encheu-se a banheira deixe-me mergulhar por completo, relaxando o corpo enquanto a pele se arrepiava pela súbita mudança de temperatura. Era um alívio sem igual, um convite para retomar o sono, mas na iminência de despertador a tirar-me daquela situação, optava por somente meditar, uma prática que havia se tornado um hábito nos meus momentos mais conturbados. - Parece que no fim só estava ansiosa… - sorri quando o despertador tocou, indicando o início do dia. - ...ansiosa para me tornar um ‘demônio”. - brincava com as palavras, embora elas já mostrassem meu objetivo principal. Ergui-me para ligar o chuveiro e tomar um bom banho, dedicando-me algumas horas para tratar de minha aparência, optando por um traje não muito informal, com uma calça e blusa social preta de tecidos leves, junto de brincos de esmeralda e um colar de ouro, presentes que havia ganhado de meus pais no passado. Embora vivesse na embaixada chinesa, não gostava de usufruir de seus benefícios além da hospedagem, por isso optava por fazer minhas refeições fora dela.

Assim sairia, arrumada e com meus pertences do local, após obviamente arrumar todo o quarto a fim de mantê-lo impecável a quem quer que tivesse de limpá-lo em minha ausência. Seguiria primeiro para um café, no local mais próximo que pudesse encontrar para o desjejum antes de enfim seguir até o centro da cidade, onde iria direto para tratar de meu assunto principal, meu ingresso a uma Guilda de caçadores, cujo nome já havia decidido com base em estudos já feitos por meu próprio interesse. - Espero que o monstro que habita na Fiend não me seja uma decepção. - pensava, antes de entrar no local onde buscaria ir a recepção e procurar informações.


Objetivos escreveu:- Ingressar na Fiend.
- Executar uma Dungeon de Rank C ou B
- Conhecer o chefe da guilda.
- Divertir-me.




Histórico:
Post: 01
Nome: Llyz Chevalier
Classe/Sub-Classe e Rank : Assassina-Reaper Rank C.
Especialização: Extermínio (+10% de dano em monstros já enfrentados)
Perícias: Camuflagem | Estratégia | Rastreio | Monstrologia | Armas Brancas Médias (Foice)
Ganhos : -x-
Perdas: -x-
NPCs e Players: -x-
Localização: Chungju - Coreia do Sul




Llyz
Llyz
G$ 1,000
Localização : Córsega - França

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
I: La femme en noir. 48yZaoi

em 17/7/2020, 20:41

Post 01!



I: La femme en noir. M8ocZKXChungju acordava mais um dia, e junto da cidade acordava Llyz – Ambas competiam no charme e na capacidade de guardarem um ar curioso e soturno; mas a nossa heroína definitivamente levava a melhor nesse embate.

I: La femme en noir. M8ocZKXErgueu-se do seu sono e completou a sua rotina matutina antes mesmo do Despertador exercer sua função. Pelo visto, ser filha de Embaixadores e viver em uma Embaixada não estava suprindo todas as expectativas da, agora, Caçadora. Talvez o despertar e todos os poderes advindos dele tenham mudado a perspectiva do que é suficiente ou não para que ela fosse feliz? Bem, descobriremos.

I: La femme en noir. M8ocZKXO seu café foi sem surpresas, e como optou por toma-lo no lugar mais próximo e conveniente de si, o fez na cafeteria da própria casa. Aquele lugar em que vivia parecia uma mistura de Casa com Pensão, e como a área se dava dentro do formidável espaço físico destinado à Embaixada, poder-se-ia adicionar “Escritório” ao número de características que se fundiam ali. Alguém tinha, de fato, que se esforçar para poder chamar algo assim de “lar”. Não mais permitindo prolongar-se, saiu.

I: La femme en noir. M8ocZKXPor um instante, o sol cegou seus olhos. A luminosidade era extremamente discrepante com o que um humano comum perceberia. Os seus sentidos aguçados agora captavam tudo como se cada estímulo estivesse elevado à enésima potência, e por mais que já houvesse progredido sobremaneira no controle e adaptação, ainda havia uma boa estrada pela frente até que tudo realmente ficasse banal e seu corpo se adaptasse cem por cento. Passado esse rápido choque inicial, pôs-se a andar; percebendo como a atmosfera da cidade mudava naquela época do ano. Chungju tinha um tradicional torneio de artes marciais que eriçava a todos os não-despertos, e ele estava começando. Isso efetivamente dobrou o trânsito em relação ao que a Caçadora normalmente via, e encheu de pessoas as ruas e calçadas, fazendo com que sua caminhada fosse menos pacata do que provavelmente gostaria.

I: La femme en noir. M8ocZKXNossa heroína conhece seu novo local de morada o suficiente pra saber que a Sede Principal da guilda que é o seu objetivo fica a quilômetros de onde ela está, em uma porção chamada “Chungju-Norte”. Mas, por sorte e pela ajuda do seu dispositivo celular dado pela Associação de Caçadores em que tirou sua licença, ela pôde facilmente identificar o stand de recrutamento mais próximo de si, e este ficava a apenas 900 metros de distância de onde agora ela estava.

I: La femme en noir. M8ocZKXSeu foco era tanto que a paisagem durante seu trajeto era quase que como uma memória borrada. Para não dizer que não houve nada que lhe chamou atenção, fica a menção de que Llyz reparou, enquanto passava em uma vitrine repleta de televisores ligados todos no mesmo telejornal, uma notícia que anunciava algo que, vagamente, acreditava se chamar “Febre dos Portais”. Mas, isso foi notado de canto-de-olho; e ficou no canto-de-memória.

I: La femme en noir. M8ocZKXFinalmente chegara! O Stand de recrutamento era menos impressionante do que alguém animado poderia esperar. Era um edifício Roxo e Negro, como é praticamente tudo referente à guilda. Tinha 02 andares, e uma consecução inimaginável de janelas dispostas de maneira geométrica na faixada, todas fumê. Uma porta automática de vidro, também negro, abriu conforme ela se aproximou; liberando à ela informações visual sobre o interior.

I: La femme en noir. M8ocZKXAgora Llyz se encontrava em um ambiente minimalista, mas muito bem arrumado. Um sofá gigante em L cobria espaço para, pelo menos, 20 pessoas sentarem confortavelmente por vez; mas só haviam duas neste momento. Um homem de sobretudo e uma garota mascando chiclete e usando um headphone gigante, enquanto folheava uma revista. À esquerda havia uma grande mesa negra, com um computador. Nele, um jovem de cabelo liso (amarrado em rabo-de-cavalo) e tatuagens nos antebraços digitava coisas de maneira concentrada... Pelo menos o fazia, até notar a presença da protagonista.

I: La femme en noir. M8ocZKXUm sorriso quase involuntário lhe surgiu nos lábios, evidenciando dentes muito brancos... Quase brancos “demais” para os padrões de beleza modernos – Olá, bem-vinda à Fiends! Me chamo Kim Won-Ji. Em quê posso te ajudar hoje?


ADM.Sky
ADM.Sky
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank B


_________________
I: La femme en noir. 00ho70d  I: La femme en noir. 1iVyzP5  I: La femme en noir. VCrRNtn


I: La femme en noir. G32siSE
em 18/7/2020, 21:35



»» La Femme En Noir ««

- Llyz Chevalier -




Ainda que realizar o desjejum na embaixada não fosse meu conceito ideal de começar aquele dia, ter algo no estômago era sempre bom, ainda mais tendo um longo dia pela frente, podia ter minhas ressalvas mas o capuccino era bom o suficiente para conter comentários mais negativos a respeito de tudo aquilo. No fim, o café era o menor dos problemas e em vista do trânsito movimentado, começava a repensar se não havia sido até então a melhor parte daquele período matutino. - Não que eu me incomode, mas eu não sou alguém tão afeita a multidões. - reclamei em particular, notando o brilho daquele sol e agitação das pessoas pelas ruas, a caminhada tranquila teria de guardar para meu retorno, se tivesse sorte obviamente. Ainda que desgostosa da situação, mantinha o semblante de extrema tranquilidade com um toque de altivez, não era por ter nascido em uma cidade extremamente populosa que necessariamente gostava de grandes aglomerações, mas também não seria por causa deles que me permitiria a revelar aborrecimento.

Pelo celular notava que naquele ritmo não conseguiria chegar ao meu destino sem o auxílio do transporte público, felizmente havia nas proximidades um Stand de recrutamento a uma distância de uma caminhada leve a qual transcorreu sem demais problemas, muito por causa de meu foco que me impedia de prestar atenção no que ocorria ao meu redor, mas percebendo uma ou outra coisa que no fim acabavam por serem deixadas de lado devido ao meu senso de prioridade. - Parece que cheguei. - notava ao observar os detalhes do prédio, suas cores destoantes do resto da cidade, seus vidros negros e sua aparência simples, de certa maneira era uma construção que podia passar completamente despercebida porém de sua própria maneira, havia algo nela que gerava desconforto e curiosidade, ou seria apenas meus próprios sentimentos pregando-me peças?

Adentrava ao local, passando pela porta automática e vislumbrando o minimalismo de seu interior. O conceito pegava-me pelo gosto, dando-me a impressão de que havia de fato feito a escolha certa e nisso nem havia sido ponderada o gosto estético que o local aparentava. - Acho que não fui a única a chegar cedo. - pensei, observando de soslaio a presença de outras duas pessoas, cujas características guardei somente para mim a medida que me aproximava da recepção, antes de ser atendida por um rapaz muito peculiar, especialmente por seu sorriso tão perfeito que de alguma forma me incomodava observá-lo por tanto tempo. - É um prazer conhecê-lo Kim Won-Ji. - respondia-o com sutileza. O coreano possuía um sotaque muito peculiar, ao qual não havia me adaptado por completo, embora não comprometesse meu entendimento, ainda não conseguia replicar o suficiente para não deixar evidências do sotaque chinês. - Me chamo Llyz Chevalier, sou uma caçadora. - aproximar-me-ia da mesa. - Estou interessada em ingressar na Fiend, teria como me informar de como posso realizar tal coisa? - deixaria escapar um sorriso sutil após ir direto ao ponto. Iria escutar o que o rapaz me respondesse, havia saído da embaixada com toda minha documentação e se fosse solicitado leria e assinaria quaisquer documentos que pudessem ser exigidos antes de colocar-me à disposição do rapaz, para o que mais pudesse ser necessário naquele processo.


Objetivos escreveu:- Ingressar na Fiend.
- Executar uma Dungeon de Rank C ou B
- Conhecer o chefe da guilda.
- Divertir-me.




Histórico:
Post: 02
Nome: Llyz Chevalier
Classe/Sub-Classe e Rank : Assassina-Reaper Rank C.
Especialização: Extermínio (+10% de dano em monstros já enfrentados)
Perícias: Camuflagem | Estratégia | Rastreio | Monstrologia | Armas Brancas Médias (Foice)
Ganhos : -x-
Perdas: -x-
NPCs e Players: -x-
Localização: Chungju - Coreia do Sul




Llyz
Llyz
G$ 1,000
Localização : Córsega - França

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
I: La femme en noir. 48yZaoi

em 20/7/2020, 14:49


Post 2!



I: La femme en noir. M8ocZKXImagina, o prazer é meu... Digo, da Guilda... Digo... – Kim corava um pouco diante do charme natural de Llyz, treinado de maneira fina por todas as experiências sociais que sua vida lhe obrigou a ter – Certo, caçadora! Me permita ver seu Registro oficial da ACC, por gentileza? – E, ao nossa preparada protagonista entregar-lhe tudo que ele pedia, uma rápida reação de surpresa passou pelos olhos do atendente, que levantou as sobrancelhas ao ver o sobrenome.

I: La femme en noir. M8ocZKXOh, senhorita Chevalier... Assassin Rank C... Okay... – Ele digitava coisas em velocidade abismal, fazendo com que as letrinhas populassem vertiginosamente a tela do computador – Atualmente a nossa política de contratação envolve uma Dungeon-teste, monitorada por um dos nossos membros sênior. Estamos com dois candidatos esperando, como você pode ver – Ele fez um gesto largo mostrando as duas pessoas sentadas no grande sofá em L – Convenientemente, a nossa van sai daqui a meia hora para o sítio aonde O Portal escolhido se encontra... Pelos nossos registros é um... Deixe-me checar... Rank C

I: La femme en noir. M8ocZKXEle falava tudo de maneira bastante cordial e pausada, movendo aqueles dentes brancos estranhos; ao passo em que claramente tentava esconder o interesse pessoal em Llyz. Prosseguiu – Você é bem-vinda a sentar-se, o membro que vai acompanha-los já deve estar chegando – Mais um gesto largo acompanhava a sua verbalização; e o rapaz voltava a fincar sua atenção na tela do computador buscando por tudo manter algum profissionalismo e parar de encarar nossa protagonista.

I: La femme en noir. M8ocZKXDali em diante, não foi grande o espaço de tempo até que saísse alguém de trás de uma porta que vinha dos fundos. Era um homem, alto, de jaqueta de motoqueiro e cabeça raspada. Seu rosto tinha múltiplas cicatrizes, e no canto direito do lábio um piercing. Seus coturnos faziam bastante barulho contra o piso limpo do local, e com pressa ele se apressou dos agora três candidatos a novos membros da Fiend.

I: La femme en noir. M8ocZKXOlá a todos, ahm... Hwong Ni? – O rapaz levantou a mão – Chin Ka-hee? – A menina de Headphone gigante ergueu a mão – E você, por exclusão, deve ser Llyz Chevalier... Muito prazer a todos, eu vou ser o monitor da aplicação de vocês e líder dessa Raid, podem me chamar de “Triple X”, ou “Triple”... Ou “X”, me chamem de tudo, menos pelo meu nome real que nunca vão descobrir – Ele soltava uma farta gargalhada que em pouco se acomodava no seu visual externo.

I: La femme en noir. M8ocZKXBom, vamos lá? Nossa Van acaba de chegar – Ele checava uma notificação que surgia no celular dele, se direcionando para o lado de fora do stand de recrutamento. Os sentidos de Llyz, nesse momento, foram capazes de captar mais uma olhadela de leve do atendente, antes de finalmente todos saírem dos interiores bem-decorados do prédio.

I: La femme en noir. M8ocZKXAo lado de fora, o trânsito estava mais comedido e o sol havia atingido uma perfeita harmonia entre calor e sombra. Era um dia agradável. Alguns transeuntes instantaneamente pareceram reconhecer o “Triple X”, e por isso ele saltou para dentro da Van de cor roxa e adesivada com o símbolo da guilda, que já estava com a porta lateral aberta – Vamos, rápido! – Ele ria, claramente satisfeito com o reconhecimento, mas não querendo deixar que sua notoriedade atrasasse a agenda dos demais.

I: La femme en noir. M8ocZKXApós algumas curvas, sinais e placas; o transporte manobrou e estacionou em um sítio de construção. Grandes máquinas se erguiam imponentes, e pilhas de cascalho e materiais eram tão altas que bloqueavam a visão da linha arquitetônica da cidade. Ali, no centro, havia um portal translúcido que parecia tremular de energia. Todos aproximaram-se, mas, antes de entrar, X fez um adendo.

I: La femme en noir. M8ocZKXO primeiro passo de toda expedição é conhecer o seu time. Eu tenho, obviamente, todas as informações que vocês deram nas aplicações; mas quero que se apresentem entre si. Vínculos são importantíssimos, e podem determinar o sucesso ou a falha em uma missão. Não estou pedindo que ninguém aqui seja amiguinho de ninguém, se não quiser ser; mas definitivamente precisam saber algo da essência do outro. Esse é o segredo da Raid perfeita. Vou começar por mim. Sou Rank A, Lutador, e tenho preferência por lutar de mãos nuas...

Ele fez uma deixa temporal, que foi completada por Chin, que a esse ponto já tinha o headphone no pescoço – Eu sou Chin, sou Healer, Rank C... Mas odeio curar, então se puderem não se machucar, agradeço! – Ria, sem jeito. Hwong prosseguiu – Sou Hwong, Mago Rank B... Meu elemento é Vento! – Ele falava com um tom baixo que ia crescendo, conforme ganhava confiança.

I: La femme en noir. M8ocZKXTodos esperavam agora por Llyz, para poderem finalmente entrar no portal. Caso se apresentasse devidamente, Triple X guiaria todos para dentro; e a primeira coisa que se deparariam seria uma saleta larga e espaçosa, aparentemente vazia, com uma escada em giratória guiando para uma segunda sala muito acima. Cada degrau era do tamanho de um homem, e o lugar era realmente muito grande. Aparentemente, nenhum inimigo a vista... Por enquanto. X entregava a cada um dos membros uma versão mundana da sua arma preferida (Aquela Jaqueta de motoqueiro tinha mais slots internos do que aparentava!) e começava a lixar as unhas, demonstrando que ele não iria ajudar em muita coisa ali a não ser que tudo por algum motivo saísse do controle e deixando efetivamente claro que queria, realmente, apenas avaliar.

Dungeon:
I: La femme en noir. 6078af6098937f4ae4e8e130a2b88e97



ADM.Sky
ADM.Sky
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank B


_________________
I: La femme en noir. 00ho70d  I: La femme en noir. 1iVyzP5  I: La femme en noir. VCrRNtn


I: La femme en noir. G32siSE
em 20/7/2020, 17:58



»» La Femme En Noir ««

- Llyz Chevalier -




Mas é claro. - a resposta simples e direta vinha coberta por uma camada sutil de cortesia a medida que entregava a Won-Ji minha documentação. Alheia a presença da dupla sentada no largo sofá, mantinha olhar fixo no rapaz que me atendia, observando a velocidade com a qual ele digitava as coisas e também na maneira como parecia ter-lhe chamado a atenção. - Uma pena eu não ser do tipo que saiba muito bem flertar com os outros. - pensei a medida que ouvia a explicação da rapaz a respeito dos procedimentos da guilda para selecionar novos membros, relaxada pela ocasião apenas movia a face sutilmente para o lado a fim de ter uma visão discreta da dupla que estava no sofá, mas sem virar-me por completo para observá-los. - Pelo visto parece que estou com sorte hoje. - respondia em um tom de brincadeira, mas sem demonstrar um largo sorriso. O convite para sentar-me e esperar era a deixa para seguir até o local de espera, mas não antes de efetivamente agradecer pelo atendimento. - Obrigada Won-Ji. - estendia a mão para um cumprimento e após o mesmo caminhei calmamente em direção ao sofá, sentando-me em uma de suas pontas.

Não levou muito tempo até que nosso monitor chegasse em seu tom imponente e aparência claramente intimidadora em um primeiro momento. Ao ouvir meu nome, apenas lhe observava e ouvia atentamente a suas palavras. - X deve bastar. - pensei, enquanto ouvia sua gargalhada quase contagiante antes de levantar-me ao ouvir a respeito da van que já nos aguardava. Ainda no interior do prédio, rumo a saída sentia que algo me observava e não era preciso pensar muito para compreender a origem daquela sensação. Virei-me na direção do rapaz que havia me atendido e com dois dedos lhe enviei um aceno de “até logo”, afinal de contas poderia no futuro ser meu companheiro de guilda. Entramos rapidamente na van, muito por conta de X que parecia ter sido reconhecido nas ruas o que o motivou a apertar o passo e em algumas horas estávamos em meio a um trânsito moderado até chegarmos não muito tempo depois em um sítio, onde máquinas se erguiam ao lado de pilhas de cascalho, no centro de tudo aquilo havia um portal, tímido ao mesmo tempo que radiante.

Antes de efetivamente entrarmos no portal X nos puxava para um conversa, explicando a importância de se ter conhecimento de seus companheiros de uma Raid. - Justo, fica difícil planejar qualquer coisa se não há colaboração da grande maioria, senão todos. - pensava enquanto ouvia pacientemente cada um se apresentar. - Um mago Rank B e um Healer que não gosta de curar Rank C. - pensei ao ouvir meus companheiros, pensando no óbvio de que talvez não estivesse em um grupo ideal para alguém com minhas características. - Llyz, Assassin de Rank C, prefiro lutar com armas brancas, foices de preferência. - expliquei antes de adentrar o portal junto dos demais.

Alcançamos um salão amplo onde uma escadaria era a primeira coisa importante a se destacar aos nossos olhos além da evidente ausência de criaturas naquela região, X entregava a todos uma arma e com a foice em mãos pude perceber que de fato ele não pretendia ajudar a menos que fosse realmente necessário para manter a segurança de todos. - Oficialmente, estou na pior situação possível. - resmunguei em meus próprios pensamentos, mantendo a foice firme em minha mão enquanto procuraria caminhar pelo espaço em que estávamos, procuraria algum rastro naquele local, alguma indicação da presença de criaturas. - Que tipo de mago é você? - diria sem grandes preocupações para Hwong. - Não pretendo ficar passeando sem o mínimo de coordenação entre nós, por isso serei direta. Nossa formação é péssima em muito sentidos se analisarmos as coisas com frieza. Não possuímos um Tank ou Guerreiro para tomar a linha de batalha e se necessitarmos de cura, não podemos deixar nosso Healer desabilitado. Magos precisam de tempo para conjurar seus feitiços, Assassinos esperam pacientemente por uma oportunidade para causar um dano letal e Healers precisam estar seguros, nenhum de nós pode garantir essas condições ao outro, por isso eu preciso saber de você. - observaria Hwong com seriedade. - O quão rápido você pode conjurar um feitiço ou uma invocação? - aguardava uma resposta do mago para então prosseguir.

Vamos seguir em linha, você vai na frente, Chin o seguirá e eu permanecerei atrás dos dois, vamos usar sua magia para limpar o caminho e eu lidarei com pontas soltas, vamos primeiro focar em identificar que tipo de criatura vive neste local para então pensarmos como lidaremos com ela da forma mais eficiente possível. -
olharia para a escada e então para os demais. - Tudo bem por vocês? - diria de forma seca antes de começar a caminhar pela escadaria a um ritmo lento, deixando os dois tomarem a dianteira caso concordassem. Seguiria o caminho até o fim da escada com cautela, prestando atenção aos rastros e sons que pudesse encontrar ou notar, sinalizando para o mago caso percebesse algum perigo em nosso caminho.


Objetivos escreveu:- Ingressar na Fiend.
- Executar uma Dungeon de Rank C ou B
- Conhecer o chefe da guilda.
- Divertir-me.




Histórico:
Post: 03
Nome: Llyz Chevalier
Classe/Sub-Classe e Rank : Assassina-Reaper Rank C.
Especialização: Extermínio (+10% de dano em monstros já enfrentados)
Perícias: Camuflagem | Estratégia | Rastreio | Monstrologia | Armas Brancas Médias (Foice)
Ganhos : -x-
Perdas: -x-
NPCs e Players: Kim Won-Ji - Recepcionista da Guilda Fiend.
Localização: Chungju - Coreia do Sul





Llyz
Llyz
G$ 1,000
Localização : Córsega - França

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
I: La femme en noir. 48yZaoi

em 22/7/2020, 19:12
@LLYZ



I: La femme en noir. Entrada
NARRADOR



Todos haviam recedido seus armamentos comuns dado pelo avaliador, ferramentas pouco eficazes na realidade para enfrentamento dos monstros, mas que enchia os novatos de confiança pelo simples fato de portar algum tipo de arma. X os observava de leve, mais parecendo estar entediado do que qualquer coisa.

Chevalier rapidamente notara que o membro mais forte do grupo tinha um problema de falta de personalidade, o mago apesar de forte, não era muito confiante.

[Hwong] - B.bem, eu darei meu melhor...

Dizia o mago rank B, gaguejando enquanto levava uma dura de Chevalier. Depois ao ouvir que ele faria a linha de frente, ele olhou para a Reaper engolindo a seco o seu nervosismo, dizendo em um não muito firme...

[Hwong] - Tá bem..

O trio então seguida em frente, subindo o lance de escada até enfim cruzar a luz que dividia aquela câmara da próxima. X ficara bem para trás, o Mago ia na frente, seguido de perto pela Healer, e Chevalier completava a comitiva. Assim que o mago cruzou para a próxima sala e constatou que não havia nenhum inimigo adiante, todos puderam perceber um notório suspirar, como se ele tivesse livre de um grande peso e tensão.

[Chin] - O que foi? Espera aí, você estava tremendo?!

Perguntou a Healer ao perceber o suspiro aliviado do mago.

[Hwong] - Não é nada, hehe.

Desconversou o mago, ciente que estava sendo avaliado.

Então, quando todos adentraram, eis que um novo salão se revelava. Ao que parece, a dungeon ficava em algum tipo castelo abandonado, devido a arquitetura e a amplitude das colunas. Tudo estava em ruínas, havia teias de aranhas por todos os lados e um desconfortável cheiro de podre. Até o presente momento, ainda não tinha sido possível descobrir que tipo de monstros encontrariam naquela dungeon, mas já tinham algumas pistas.

Seguindo, a comitiva podia perceber um caminho reto através de uma ponte, que levava à uma pequena escadaria. Após ela, outra descida para o que parecia ser uma nova câmara ainda não identificada. Não havia sinais de monstros ainda, só a companhia do cheiro de podre e, sob a ponte, uma riacho fétido, que emanava uma fumaça verde.

O mago hesitou por um momento em prosseguir, pois todos de repente ouviram um sussurro horripilante vindo da próxima sala, como se o vento estivesse falando alguma coisa. Sem paciência, a Healer foi para o lado do mago e o puxou pelo braço, fazendo-o levar um baita susto bem no meio da ponte.

[Hwong] - AAAHHh!!!!

[Chin] - Kkkkkk!!Hahaha!

[Hwong] - MALDITA!? Quer me matar do coração?!

[Chin] - Está com medo do que? Vamos!


Disse a Healer, parecendo um pouco confiante de estar na presenta de X, um Fighter de Rank A. Afinal, se ela quisesse, nem precisaria se envolver com nada, bastava curar vez e outra e estava tudo "safe" pensava ela.

Logo atrás de ambos vinha a Reaper, vendo seus companheiros brigando no meio da dungeon. Enquanto eles discutiam, eis que ela percebe um som de rastejar, e uma movimentação no meio da fumaça esverdeada, até que algo começou a se mexer embaixo d'água. O que faria?







OFF:

Boa noite!
Estarei assumindo a narração.
Vou seguir o que já era do seu objetivo, qualquer coisa me chama no PVT aqui no fórum ou discord.

Divirta-se! (;




Última edição por Leon em 24/7/2020, 18:42, editado 1 vez(es)
Leon
Leon
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________

I: La femme en noir. Fighter-Icon-35pxI: La femme en noir. FLAG-PA I: La femme en noir. SIG-FLAG

I: La femme en noir. SIG-3-Final-Leon

"Scars are marks of overcoming that only a true warrior has."


#ffffff Narração
#c50e0e Fala
#870d0d Pensamento
Skill
em 23/7/2020, 15:45



»» La Femme En Noir ««

- Llyz Chevalier -




Não era preciso grandes reflexões para se notar que o sucesso de uma dungeon passava primeiramente na confiança mútua de que cada membro do grupo executará sua função sem grandes problemas sob circunstâncias pré-determinadas e favoráveis, isso cabe ao entendimento não apenas daqueles de Rank muito alto como aqueles acima do A, mas também aos menores no ranqueamento. Era notável como tal sentimento parecia simplesmente se desfazer na atual conjuntura do grupo, a qual já sabia que não era a ideal para nenhum dos três. Hwong, poderia ser forte como mago, mas suas palavras e ações entregavam o completo oposto quando confrontado por minhas palavras e eventualmente ao chegarmos no fim daquela escadaria. - Francamente… - pensava com um olhar de desabono, a conduta dele não me agradava mas ao menos me deixava ciente de que não poderia confiar inteiramente em sua coragem o que em uma situação de risco me pouparia tempo de aguardar por um auxílio dele.

Chegávamos então ao que parecia ser o ambiente daquela dungeon, um castelo cuja origem parece ter se perdido em meio ao tempo, as ruínas do que um dia poderia ter sido belo e agora permanecia coberto por teias e inebriado pelo fedor pútrido. Ignorei o suspiro de alívio de Howng e as brincadeiras de Chin, buscava pelo olhar e pelo sentidos um vestígio que valesse a pena minha atenção, uma pista do que poderia estar escondido naquele local, embora toda aquela arquitetura de alguma forma me lembrasse de fantasias fantasmagóricas de guerreiros mortos, torcia para que estivesse errada em meus devaneios. - Parece que teremos de avançar mais alguns metros. - sussurrei apenas para meu próprio entendimento antes do sussurro que podíamos ouvir vindo daquele local. A Healer parecia a mais tranquila naquela ocasião, talvez acreditasse realmente de que X fosse interceder por nós a qualquer instante no menor sinal de perigo. - Esperem. - caminharia, buscando segurar Chin pelo ombro antes de observar Hwong.

Nada daquilo vinha da necessidade de parar a briga deles por ser talvez o certo a se fazer, mas vinha da percepção de ouvir algo se rastejar até as águas e nenhum dos dois paspalhos terem aparentemente percebido aquilo. - Cometemos um erro em vir até a ponte sem lidarmos com essa neblina. - olharia para os lados. - Algo está na água. - comentaria antes de indicar com a mão que havia segurado Chin. - Riachos são correntes rasas de água, se sua magia for forte, poderá tirar a neblina de nossa visão e revelar o que está embaixo de nós. - não esperava ter de me repetir naquilo, Hwong deveria ser capaz de reagir com rapidez, mas ainda que o homem se deixasse perder em seu pânico, caso ocorresse, tentaria ser mais firme. - Controle-se, se hesitar estaremos em risco, faça depressa! - permaneceria atenta ao movimento das águas, esperando pela magia de Hwong para saber o que poderia estar em nosso encalço e pronta para reagir defensivamente a um ataque inesperado onde teria como prioridade segurar Chi e puxá-lo junto de mim para longe do ataque, avançando ou recuando pela ponte, a fim de colocar nós três em situação favorável a preparar um contra golpe.


Objetivos escreveu:- Ingressar na Fiend.
- Executar uma Dungeon de Rank C ou B
- Conhecer o chefe da guilda.
- Divertir-me.




Histórico:
Post: 04
Nome: Llyz Chevalier
Classe/Sub-Classe e Rank : Assassina-Reaper Rank C.
Especialização: Extermínio (+10% de dano em monstros já enfrentados)
Perícias: Camuflagem | Estratégia | Rastreio | Monstrologia | Armas Brancas Médias (Foice)
Ganhos : -x-
Perdas: -x-
NPCs e Players: Kim Won-Ji - Recepcionista da Guilda Fiend.
Localização: Chungju - Coreia do Sul





Llyz
Llyz
G$ 1,000
Localização : Córsega - França

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
I: La femme en noir. 48yZaoi

em 24/7/2020, 18:37
@LLYZ



I: La femme en noir. Entrada
NARRADOR



X observava o trio de longe de forma discreta, não se aproximando para não prejudicar a avaliação deles. De repente, quando o trio pareceu não se lembrar por um instante de que X estava lá atrás, talvez devido ao momento de tensão, X emitiu um riso contido, se segurando para não gargalhar mais alto.

[X] - Tomem um pouco de cuidado, essa não será uma dungeon qualquer.

Aconselhou X, sem dizer nada mais.

Chevalier parecia a mais focada dos três. A Healer não parecia querer estar ali, e o mago, bem, ele tinha suas limitações, mas quem poderia julgá-lo por não ser uma boa linha de frente? Chevalier havia percebido algo, mas não sabia o que era, muito embora seus instintos gritassem dentro dela. Logo, os três finalmente focaram suas atenções, ao que parece, a partir de agora a ação de verdade iria começar.

[Mago B] - Tem algo na água! Consigo sentir!

Disparou o Mago! A Healer ficava ouvindo os dois falar, mas parecia mais perdida do que cego em tiroteio.

[Healer D] - Não estou vendo nem ouvindo nada!

De repente, uma mão esquelética saia da fumaça e tentava se apoiar na ponte, buscando um impulso para subir, ele vinha crescendo aos poucos e seu antebraço cadavérico já era aperceptível.

[Mago B] - Droga o que é isso!? Está vindo!

Gritou o mago trêmulo, então se lembrou do que Chevalier havia dito e começou a preparar uma magia de vendo, concentrando sua mana, no entanto, ele ficava absolutamente imóvel enquanto conjurava sua magia e isso poderia ser um problema.

[Healer D] - AHH QUE MERDA É ESSA?!!! AHH!

Gritou a Healer vendo assustada aquela mão esquelética querendo subir pela esquerda da ponte. Chevalier não tinha a capacidade perceptiva do Mago, mas compensava em ter o melhor reflexo dos três. Por isso, era a única que podia agir neste momento enquanto a Healer foi pega de surpresa e o mago estava invocando uma magia de área.

O que ela faria?

[Mago Rank B] - Tem outro deste lado!

Gritou o mago desesperado, olhando para a direita da ponte enquanto ainda conjurava.. faltava pouco para a sua magia sair!

TLAK TLAK
TLAK TLAK


Desta vez todos podiam ouvir o que parecia ser o som de ossos se movendo, e parecia estar vindo logo da abertura que levava para a próxima sala bem adiante.







OFF:


1 Inimigo tentando escalar pela esquerda, porém só Reaper pode agir já que a Healer foi surpreendida.

1 Inimigo pela direita próximo ao mago (que a Reaper não conseguiu perceber, só o ouviu falar sobre), está mais lento para subir, mas se não fizeram nada, no próximo turno irá ficar de pé sobre a ponte.

Agir nos dois lados não é possível. Escolha um ou fazer algo diferente.

Próximo turno cai a magia do mago.

2 presenças são percebidas pelos 3 vinda a pé após a ponte.

Boa sorte.


Leon
Leon
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________

I: La femme en noir. Fighter-Icon-35pxI: La femme en noir. FLAG-PA I: La femme en noir. SIG-FLAG

I: La femme en noir. SIG-3-Final-Leon

"Scars are marks of overcoming that only a true warrior has."


#ffffff Narração
#c50e0e Fala
#870d0d Pensamento
Skill
em 25/7/2020, 19:33



»» La Femme En Noir ««

- Llyz Chevalier -




O comentário de X talvez não pudesse sair em pior momento, sua despreocupação permanecia imutável, mas infelizmente, os dois que me acompanhavam no teste ainda não havia percebido com exatidão a necessidade de se estar plenamente atento aos perigos daquele local. Percebi tarde demais que não havia como antecipar-me as ameaças, uma vez que já estávamos sob ataque. - Deveria ter sentido antes de adentrar a ponte. - pensei, aborrecida no entanto conformada de que daquela culpa ele não gozava de exclusividade, bem diferente da Healer que permanecia ainda mais confusa naquela súbita mudança de cenário. - Fique perto. - seguraria em seu ombro, mantendo-a perto de mim, antes do braço esquelético surgir a nossa esquerda. - Controle-se, antes que eu mesma a jogue lá em baixo. - confesso, posso ser bem paciente às vezes, mas gritos de histeria pareciam remover-me um pouco de eixo e sinceramente, era melhor ter Chin muda do que gritando em meu ouvido.

Hwong conjurava sua magia, livrando-se momentaneamente de seu pânico, mas percebendo em meio a sua conjuração que outro inimigo vinha a direita da ponte, antes que o som de ossos pudesse ser ouvido por nós três na direção em que seguíamos. - Nossa única opção seria recuar. - pensei de imediato, era a única saída lógica daquela situação, seria minha escolha ideal em qualquer grupo mais equilibrado, ter a chance de observar a distância para assim atacar com eficiência, mas haviam tantos fatores a se considerar e talvez a possibilidade de ter que lutar em um situação desfavorável em inferioridade numérica também era horrível. - Venha aqui! - puxaria Chin, colocando-a na minha frente, na direção de onde o inimigo mais próximo de subir na ponte estava. - Preste atenção, assim que eu atacar você vai grudar no mago e protegê-lo a todo custo. Esqueça que X está aqui, se esse desafio fosse demais para nós ele já teria agido. - Usaria a Healer como uma espécie de escudo, abaixando-me sutilmente a fim de ‘esconder-me’ atrás dela, observando por cima de seus ombros que tipo de criatura surgiria para nos atacar.

Tudo o que precisava era duas coisas, saber o tipo de monstro e que este visse primeiramente a Healer, dando-o a impressão de que ela era apenas um alvo assustado. Possuía conhecimentos básicos de Monstrologia e usaria-o por inteiro para analisar a criatura e identificar seu ponto mais vulnerável. Assim que a criatura surgisse, ou fizesse seu primeiro ataque puxaria Chin, empurrando-a na direção de Hwong antes de realizar uma finta, jogando meu corpo na direção oposta antes de avançar contra o monstro, buscando surpreendê-lo com um ataque letal e veloz. Como uma boa Assassin, recuaria imediatamente após o primeiro ataque, colocando-me um pouco mais distante da dupla caso o alvo de meu ataque não cedesse com o golpe, se a criatura ainda resistisse, teria de optar por lidar comigo e negligenciar a magia de Hwong, ou tentar pará-lo e se colocar em risco de ser flanqueado por meus golpes, ao menos era isso o que imaginava ao agir.


Objetivos escreveu:- Ingressar na Fiend.
- Executar uma Dungeon de Rank C ou B
- Conhecer o chefe da guilda.
- Divertir-me.




Histórico:
Post: 05
Nome: Llyz Chevalier
Classe/Sub-Classe e Rank : Assassina-Reaper Rank C.
Especialização: Extermínio (+10% de dano em monstros já enfrentados)
Perícias: Camuflagem | Estratégia | Rastreio | Monstrologia | Armas Brancas Médias (Foice)
Ganhos : -x-
Perdas: -x-
NPCs e Players: Kim Won-Ji - Recepcionista da Guilda Fiend. | X - Caçador Rank A da Fiend. | Chin - Healer Rank C | Hwong - Mago Rank B
Localização: Chungju - Coreia do Sul





Llyz
Llyz
G$ 1,000
Localização : Córsega - França

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
I: La femme en noir. 48yZaoi

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Layout desenvolvido por Roevs, Remenuf e Mizzu
SOLO LEVELING RPG (2018 - 2020)