LFBR

[FICHA] João de Santo Cristo

Nome: João de Santo Cristo
Rank: C - Link
Classe: Guerreiro
Sub-Classe: Lutador
Gênero: Masculino
Idade: 16
Altura: 1,65
Peso: 65kg
Tipo Sanguíneo: B+
Localização: Coréia do Sul - Seul
Origem: Rio de Janeiro, Brasil

Imagem do Personagem:
[FICHA] João de Santo Cristo Latest?cb=20170801171151
Imagem da Classe:
[FICHA] João de Santo Cristo MiniatureSmoggyCattle-size_restricted

Aparência:
João é um adolescente de estatura mediana, cabelos "bagunçados" de cor verde. Possui a pele branca e sardas em suas bochechas. Como é de costume no treinamento da academia para jovem despertados, ele utiliza um traje de caçador, que é como seu uniforme de trabalho.

Seu traje nada mais é que um macacão fechado, na cor verde com detalhes em preto. Seus sapatos são vermelhos e suas luvas, cor bege.

(Peço desculpas caso tenha errado as cores em relação a foto, sou daltônico e com possuo certas dificuldades.)
Personalidade:
João teve uma criação com muita liberdade, com os melhores valores possíveis passados pelos seus pais, ele foi moldado pelas ruas do Rio de Janeiro, conhecendo todo tipo de gente. A morte do seu pai trouxe certo amargor para a vida do garoto, entretanto, ele não dispensa um sorriso no próprio rosto e apesar de focado em dar uma vida melhor para sua mãe e irmãos, ele jamais faria isso, novamente, por meios imorais.

Com um coração de ouro, ele certamente escolheria morrer fazendo o certo do que viver com a vergonha de ter feito o errado.
História:


Rio de Janeiro, Tijuca, 39°C

João corria pela Conde de Bonfim quando passou pelo bar do Seu Zé. Ali na área, todo mundo conhecia o pai do garoto, o Zé logo tratou de dizer ao jovem:

— Teu pai morreu moleque, vai pra casa.

Geraldo, pai de João, era um sujeito respeitado e bem quisto pela Tijuca, nascido e crescido ali, ele era um dos poucos despertados de origem humilde e que não haviam entrado para o tráfico. Parecia brincadeira do destino, só playboy que conseguia essas paradas. Um Rank E facilmente teria espaço no lado errado do morro, facilmente. Enxergar mais longe, correr mais rápido, qualquer coisa que te desse uma vantagem lhe rendia um bom dinheiro, bem mais do que um Rank E conseguiria virando um caçador.

Mas Geraldo não era assim. Apesar de ser um Rank E, o cara sempre quis dar o exemplo correto pros seus cinco filhos, João era o segundo. O coroa despertou tarde, 45 anos e 4 filhos nascidos, vai gostar de transar assim na casa do caralho, antes disso, ele trabalhava como pedreiro, diziam que ele tinha levantado metade dos barracos do Borel, o cara era foda. O despertar veio como uma benção, ia entrar um dinheiro a mais e talvez ele conseguisse tirar a mulher e os cinco filhos do morro, mas tu sabe como são as coisas né? Se tu é pobre, a chance de se fuder é multiplicada pela quantidade de filhos que você tem e não deu outra.

Geraldo morreu lá dentro, tentando trazer comida pra casa, tentando ir contra o que o mundo esperava que ele virasse, um bandido.

Cinco filhos e a mulher. Geraldo deixou a mulher Vânia com as crianças, Jorge, João, Joana, Jaderson e Juliana.

As coisas poderiam se pior, se não fosse por Jorge, o filho mais velho. Logo depois que seu pai morreu, ele não pensou duas vezes, aceitou o convite que o amigo Miltinho fazia muito tempo, entrar pro movimento, servir de vapor, avisar quando os “polícia” chegassem. Era detestável, a galera da pista queria ele morto mas era isso ou ver sua mãe e irmãos mais novos passarem fome, foda. A realidade é uma merda se tu é pobre.

Não demorou muito e Jorge também despertou, outro Rank E. To te falando, parece que só playboy desperta em ranks altos. Mas não tinha problema, um E ia fazer o irmão mais velho subir alguns rankings na hierarquia do tráfico, ele sabia que não dava pra ser dono da boca, afinal, pra ser isso só sendo Rank B+. O movimento funcionava como uma guilda do morro, cada um com a sua função, só que o objetivo ali era fazer dinheiro vendendo droga e matando concorrente, a coisa não era bonita. Judaria, emboscada, tudo na maldade pelo dinheiro.

João não conseguiu escapar, virou vapor aos 13. O moleque era criado no Rio de Janeiro, as ruas haviam ensinado ele duas coisas indispensáveis para a função, o instintoque só a rua poderia oferecer e a malandragem que só contato com os diversos tipos de pessoas podia ensinar. Seu irmão mais velho já tava um tempo na parada quando tudo mudou. João despertou e, pro espanto da rapazeada, ele era Rank C, muito mais forte que seu pai e seu irmão. Eles sabiam que, com aquela força, dava até pra dominar a boca, ser o dono dela. Eu falei que só Rank B+ né? Idai meu parceiro, uma judaria é sempre uma judaria.

Mas as coisas não terminaram como deveriam, na verdade, nem começaram. Na primeira briga séria que João se meteu, deu merda. A polícia de caçadores bateu na porta e ele rodou, ou ia preso, ou morria. O moleque não era bobo, foi preso.

Na prisão de caçadores, aconteceu aquilo que mudaria a vida de João. Um velho, bilionário, com cara de vendedor de pastel fez a proposta, com um tradutor do lado, ele disse:

— Garoto, você despertou muito jovem, há tempo de se redimir, venha comigo para Coréia do Sul, lá você fará parte da Academia para Jovens Despertados, a A.J.D.

A proposta era excelente, sair da prisão e ser treinado por um velho maluco, numa academia para caçadores no oriente.

A decisão não foi dele, o pivete tinha 13 anos, sua mãe fez a única escolha possível

A saudade da mãe e dos irmãos ia ser de matar, mas talvez, ganhando dinheiro por lá, ele podia tirar sua família do morro e o seu irmão do tráfico, ele sabia que a mãe tava certa, nascer no Rio de Janeiro já tinha garantido a ele a malandragem e o idioma português, agora ele precisava conquistar o mundo..

Só restou tempo para deixar uma carta destinada a Dona Vânia(afinal, o dinheiro que o velho japa havia dado tinha seu limite).

Na mesma noite ele partiu para a Coréia do Sul, um local que, culturalmente era completamente diferente do bairro que ele havia nascido, mas ele perseverou, a academia ensinava tudo aquilo que um caçador precisava saber antes de entrar em uma dungeon, sempre relacionando bem que o seu tipo de despertar. Acrobracia, tudo o que era necessário para João se movimentar com a sua velocidade espantosa, Parkour, foi ensinado a ele para que não acabasse arrebentando a cara nos espaços apertados das dungeons e, por fim, a Manobra de combate que envolvia arremesso de coisas, João gostava daquilo, fazia ele lembrar dos tempos de moleque e estilingue.

Aos 16 ele terminava a sua formação na academia e estava pronto para ser, de fato, um caçador.


Força: 251
Inteligência: 11
Agilidade: 51
Sentidos: 11
Vitalidade: 76

Moradia: Alojamento da Academia para Jovens Despertados.

Perícias/Maestrias:
Instinto
Malandragem
Acrobacia
Parkour
Manobras de Combate(Arremesso)

Última edição por ripper em 26/9/2019, 10:07, editado 2 vez(es)
ripper
ripper

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Mensagens : 38
Dinheiro : G$ 1,000
NEGADO

Falta especificar suas pericias/maestrias na história.
ADM.Blindão
ADM.Blindão

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Mensagens : 213
Dinheiro : G$ 1,000
Localização : Seul
Admin


_________________
[FICHA] João de Santo Cristo KHtCsox
[FICHA] João de Santo Cristo RDaWYxK
Feito
ripper
ripper

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Mensagens : 38
Dinheiro : G$ 1,000

Negado


Por favor especifique em sua localização uma das cidades disponíveis no Rpg
DEV.Reme
DEV.Reme

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Mensagens : 609
Dinheiro : G$ 1,000
Localização : Seul
Rank B


_________________
[FICHA] João de Santo Cristo KjiottL
[FICHA] João de Santo Cristo LEFs1LF
Cenas Fortes:
Feito
ripper
ripper

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Mensagens : 38
Dinheiro : G$ 1,000
DEV.Reme
DEV.Reme

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Mensagens : 609
Dinheiro : G$ 1,000
Localização : Seul
Rank B


_________________
[FICHA] João de Santo Cristo KjiottL
[FICHA] João de Santo Cristo LEFs1LF
Cenas Fortes:

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Layout desenvolvido por Roevs, Remenuf e Mizzu
SOLO LEVELING RPG (2018 - 2020)